PORTUCÁLIA

Abril 28 2012

Mesmo após o Supremo Tribunal Federal (STF) decidir pela legalidade das cotas raciais, a USP não pretende adotar o sistema. Em 2009, quando assumiu a reitoria da USP, João Grandino Rodas afirmou que as cotas seriam "discutidas" no Conselho Universitário, mas o assunto só foi falado de forma marginal durante debate para reforma do programa de inclusão de alunos de escolas públicas na instituição.

As universidades estaduais Paulista (Unesp) e de Campinas (Unicamp) também informaram que não vão adotar cotas. USP, Unesp e Unicamp defendem a prevalência do mérito na seleção, embora tenham ações de inclusão - sem, no entanto, reservar vagas.

 

A ONG Educafro afirmou que vai entrar com uma ação na Justiça contra as três instituições para que o sistema seja adotado. O processo deverá ser protocolado até o dia 11 de maio.
"Após a decisão do STF e da orientação expressa dos ministros, vamos entrar com ação de Obrigação de Fazer", afirma o presidente da Educafro, frei David dos Santos. "Único programa que provou eficiência na inclusão de negros é a cota. Se a USP provar que incluiu a mesma porcentagem de negros que a UERJ e UnB, eu mudo de opinião", afirmou.

 

COMENTO : O Supremo depois que passou a ser um tribunal "político" perdeu a respeitabilidade que o carqcterizava nos anos em que ali assentavam juristas de verdade.  Depois que advogados de segunda passaram a entrar no Supremo ele passou a ser o MÍNIMO.  Aliás, existe nos meios jurídicos uma discussão que as indicações para o Supremo não deveria vir exclusivamente do presidente da República que escolhe os seus "apadrinhados. ".  O presidente poderia indicar um terço e a OAB e as universidades indicariam os restantes. 

publicado por portucalia às 13:53

Abril 15 2012

 

 

 

A revista VEJA , NÚMERO 16, recoloca em sua capa que " A CORTINA DE FUMAÇA DO PT PARA ENCOBRIR O MAIOR ESCÃNDALO DE CORRUPÇÃO DA HISTÓRIA DO PAÍS", que é o  MENSALÃO está tirando o sono dos cardeais do PT e que a ordem que está sendo dada a ministros e ex-ministros, a auxiliares de   gabinete, e até aos faxineiros  que eles devem mentir, mentir até que a mentira pareça verdade.  Esta gente diz que o MENSALÃO foi uma invenção da oposição e que ele nunca existiu.  Os chefes desta "lavagem cerebral" são os srs. Rui Falcão, presidente do PT e Marco Maia, presidente da Câmara.  Manobram juntos aos jornalistas pagos, junto a advogados, juízes, políticos com temor do julgamento do mensalão que será feito pelo Supremo Tribunal Federal ainda neste semestre. Psiquiatras amigos estão cansados de dar receitas de OLCADIL  e outros tranquilizantes para que os líderes do PT mantenham  tranquilidade e continuem dizendo que tudo não passa de invenção da imprensa e da oposição.  A cartilha de Josef Stálin está sendo espalhada para que o preto fique branco.  O ex-procurador da República, Antonio Fernando de Souza, apesar de ter sido ameaçado de morte várias vezes, apresentou  denúncia ao Supremo que inclue 40 quadrilheiros do PT  que segundo ele : " participaram da organização criminosa do mensalão com as práticas de lavagem de dinheiro, formação de quadrilhas, easão de divisas e corrupção e qualificou José Dirceu como chefe da quadrilha"  Se o Brasil  fosse um país do primeiro mundo os 40 ladrões e o seu Ali Babá já estariam atrás das grades. Veja na foto o stalinista Rui Falcão. 

publicado por portucalia às 20:23

PORTUCÁLIA é um blog que demonstra para os nossos irmãos portugueses como o governo brasileiro é corrupto. Não se iludam com o sr. Lula.Textos literários e até poesia serão buscados em vários autores.
mais sobre mim
Outubro 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


pesquisar
 
subscrever feeds
blogs SAPO