PORTUCÁLIA

Março 11 2013

DILMA  apoia  uma campanha cuidadosamente orquestrada para distinguir o Brasil e a Venezuela aos olhos da comunidade internacional e dos líderes empresariais.

"A mensagem simples é: ?Somos diferentes'", declarou uma autoridade brasileira à Reuters sob anonimato. "Sim, respeitamos muitas coisas que ele fez, e há uma causa em comum... mas o Brasil não é igual à Venezuela".

Tal recado pode fortalecer a reputação do Brasil como líder entre os governos latino-americanos que nos últimos anos abraçaram um esquerdismo mais moderado, unindo políticas sociais robustas a princípios de livre mercado, como maior proteção aos direitos de propriedade.

Diplomatas em Washington e na Europa também estão atentos, em um momento no qual o Brasil busca maior influência global e um assento permanente no Conselho de Segurança das Nações Unidas.

Dilma e Lula viajaram a Caracas na quinta-feira e juntaram-se a uma longa fila de simpatizantes que visitavam o caixão de Chávez.

Dilma ofereceu ao presidente interino, Nicolás Maduro, assistência não-financeira nos próximos meses se ele vencer a eleição da sucessão de Chávez, informou uma autoridade. A oferta incluiu técnicos do muito celebrado programa "Minha Casa, Minha Vida" para ajudar em projetos semelhantes na Venezuela.

Mas tanto Dilma quanto Lula deixaram o país vizinho antes da cerimônia fúnebre de sexta-feira, à qual compareceram dignitários de mais de 30 países, entre eles figuras polarizadoras como o líder cubano Raúl Castro e Mahmoud Ahmadinejad, presidente do Irã.

Ao contrário de Lula, que era próximo de Ahmadinejad, Dilma tem evitado contato com o mandatário iraniano desde que assumiu o cargo em 2011, já que seu governo tem enfatizado com mais firmeza a democracia e os direitos humanos em sua relações internacionais.

publicado por portucalia às 16:12

Fevereiro 12 2012

A presdente Dilma Roussef deu um " CALA A BOCA na  atual ministra da Secretaria de Políticas para Mulheres, Eleonora Menicucci , que fez uma declaração  favorável ao ABORTO.  A ministrinha considera que o  aborto é um problema de saúde pública e não considera que hoje excistem  muitos meios anti-concepcionais e que a mulher só se engravida  portque quer ou para "pegar"  o macho  num casamento  meio forçado.  Não é mais aceitavel esta "fudeção" sem responsabilidade ou será que as mulheres  ou homens têm tanto fogo "no rabo " ?  

publicado por portucalia às 16:19

Fevereiro 06 2012

O diálogo que editarei logo a seguir entre o judeu Kissinger e Mao é dos mais interessantes que encontrei no " Sobre a China".  Faço questão de citar o "judeu" Kissinger porque para mim ele é um exemplo, dentre os muitos  judeus, que se sobressaíram pela  inteligência, lucidez e pelo próprio esforço.  Emigrante da Alemanhã ele conquistou uma bolsa da Fulbright e entrou em Harvard, a mais famossa universidade americana.  Há que elogiar também o presidente Nixon que foi buscar este professor para  assessorá-lo nas relações internacionais.    E aqui, no Brasil ?  Quem o sr. Lula ou a sra Dilma Roussef convida para ajudá-los na arte de governar ?  Com a sra. Roussef todos os  7 que ela já demitiu não tinham boa   FOLHA CORRIDA na Polícia.  Triste este meu país.  Não somos sérios, como disse De Gaulle.  Felizmente eu acho que minha origem portuguesa- eu sou um dos Almeidas por quem o Tejo chora -

 é de se orgulhar e que meus irmãos são corretos e honestos.  Deliciemo-nos, contudo, com o diálogo dos dois e o silêncio de DEUS. 

O Presidente Ford estava em visita à China e Mao dirigiu-se a ele nos seguintes termos :

 

MAO -  Seu Secretário de Estado andou interferindo em meus assuntos internos.

FORD -  Fale-me a respeito. 

MAO -    Ele não deixa que eu parta e me encontre com Deus.  Diz até mesmo para eu desobedecer à ordem que Deus me deu.  Deus me enviou um convite, mas ele ( Kissinger) diz :  não vá. 

KISSINGER :  Seria uma combinação poderosa demais se ele fosse para lá. 

MAO :  Ele ( Kissinger) é um ateu.  Ele se opõe a Deus.  E também está estragando minha relação com Deus.  É um homem muito feroz e não me resta outra coisa a não ser obedecer às suas ordes.   (pag. 309) 

 

 

publicado por portucalia às 12:46

Fevereiro 05 2012

 

A revista 'VEJA' , uma das mais criteriosas do Brasil, traz neste domingo longa reportagem sobre a demissão do economista Luiz F. Denucci da presidência da Casa da Moeda do Brasil.  O mesmo  estava ou está movimentando uma conta  de 25 milhões de dólares no exterior e é uma dos homens deixados pelo sr. Lula para a atual presidente Dilma Roussef.  Como sempre  os políticos fazem uma cortina de fumaça  ao dizer que o referido senhor  não estava atendendo  às exigências do seu partido, o PTB.  Isto contudo é mais um triste episódio do governo brasileiro  onde impera o fisiologismo, o loteamento de cargos e a corrupção.  Como devem saber os nossos irmãos portugueses a sra. Roussef já  demitiu mais de 6 ministros em menos de um ano de governo porque  estavam envolvidos em corrupção e negociatas.  O grande problema e que este  senhor não explica é de como amealhou 25 milhões de dólares.  

publicado por portucalia às 16:35

PORTUCÁLIA é um blog que demonstra para os nossos irmãos portugueses como o governo brasileiro é corrupto. Não se iludam com o sr. Lula.Textos literários e até poesia serão buscados em vários autores.
mais sobre mim
Outubro 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


pesquisar
 
blogs SAPO