PORTUCÁLIA

Março 13 2012

Terça-feira, dia 13 de Março de 2012

Terça-feira da 3ª semana da Quaresma


Santo do dia : S. Salomão, mártir, +857,  S. Rodrigo, mártir, +857,  Santa Eufrásia, virgem, +412,  Santa Serafina, virgem, +1253 

Ver comentário em baixo, ou carregando aqui 
São Francisco de Sales : Perdoar ao nosso irmão de todo o nosso coração 

Evangelho segundo S. Mateus 18,21-35.

Naquele tempo, Pedro aproximou-se de Jesus e perguntou-Lhe: «Senhor, se o meu irmão me ofender, quantas vezes lhe deverei perdoar? Até sete vezes?» 
Jesus respondeu: «Não te digo até sete vezes, mas até setenta vezes sete. 
Por isso, o Reino do Céu é comparável a um rei que quis ajustar contas com os seus servos. 
Logo ao princípio, trouxeram-lhe um que lhe devia dez mil talentos. 
Não tendo com que pagar, o senhor ordenou que fosse vendido com a mulher, os filhos e todos os seus bens, a fim de pagar a dívida. 
O servo lançou-se, então, aos seus pés, dizendo: 'Concede-me um prazo e tudo te pagarei.’ 
Levado pela compaixão, o senhor daquele servo mandou-o em liberdade e perdoou-lhe a dívida. 
Ao sair, o servo encontrou um dos seus companheiros que lhe devia cem denários. Segurando-o, apertou-lhe o pescoço e sufocava-o, dizendo: 'Paga o que me deves!’ 
O seu companheiro caiu a seus pés, suplicando: 'Concede-me um prazo que eu te pagarei.’ 
Mas ele não concordou e mandou-o prender, até que pagasse tudo quanto lhe devia. 
Ao verem o que tinha acontecido, os outros companheiros, contristados, foram contá-lo ao seu senhor. 
O senhor mandou-o, então, chamar e disse-lhe: 'Servo mau, perdoei-te tudo o que me devias, porque assim mo suplicaste; 
não devias também ter piedade do teu companheiro, como eu tive de ti?’ 
E o senhor, indignado, entregou-o aos verdugos até que pagasse tudo o que devia. 
Assim procederá convosco meu Pai celeste, se cada um de vós não perdoar ao seu irmão do íntimo do coração.» 



Da Bíblia Sagrada - Edição dos Franciscanos Capuchinhos - www.capuchinhos.org 



Comentário ao Evangelho do dia feito por : 

São Francisco de Sales (1567-1622), bispo de Genebra e doutor da Igreja 
Sermão para a Sexta-Feira Santa, 25/03/1622 

Perdoar ao nosso irmão de todo o nosso coração

A primeira palavra que Nosso Senhor pronunciou sobre a cruz foi uma oração por quem O crucificava, fazendo o que diz este texto de São Paulo «Nos dias da Sua vida terrena, apresentou orações e súplicas» (Heb 5,7). Certamente que aqueles que crucificaram o Nosso divino Salvador não O conheciam [...], porque se O tivessem conhecido não O teriam crucificado (1Co 2,8). Por conseguinte, Nosso Senhor, vendo a ignorância e a fraqueza daqueles que O torturavam, começou a desculpá-los e ofereceu por eles esse sacrifício ao Seu Pai Celeste, porque a oração é um sacrifício [...]: «Perdoa-lhes, Pai, porque não sabem o que fazem.» (Lc 23,34). Tão grande era a chama de amor que ardia no coração do nosso manso Salvador, que na mais suprema das Suas dores, no momento onde a intensidade dos tormentos parecia impedi-Lo de rezar por Si, pela força do Seu amor, esquece-Se de Si próprio, mas não das Suas criaturas. [...] 


Com isso desejava que compreendêssemos que o amor que nos tem não pode ser enfraquecido por nenhum tipo de sofrimento, e ensinar-nos qual o dever do nosso coração para com o nosso próximo. [...]


Ora, o Divino Senhor que Se empenhou em pedir perdão para os homens foi certamente ouvido e o Seu pedido atendido, porque Seu divino Pai não podia recusar-Lhe nada que Ele Lhe pedisse.

publicado por portucalia às 19:52

PORTUCÁLIA é um blog que demonstra para os nossos irmãos portugueses como o governo brasileiro é corrupto. Não se iludam com o sr. Lula.Textos literários e até poesia serão buscados em vários autores.
mais sobre mim
Março 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9



25
31


pesquisar
 
blogs SAPO