PORTUCÁLIA

Julho 07 2013

EVANGELHO QUOTIDIANO

"Senhor, a quem iremos? Tu tens palavras de vida eterna". João 6, 68


Domingo, dia 07 de Julho de 2013

14º Domingo do Tempo Comum - Ano C


Festa da Igreja : Décimo Quarto Domingo do tempo comum (semana II do saltério)
Santo do dia : Beato Diogo de Carvalho, presbítero, mártir, +1624São Marcos Kitien Siang, mártir, +1900Beato Pedro To Rot, mártir, +1945 

Ver comentário em baixo, ou carregando aqui 
Vida de São Francisco de Assis: O Senhor designou setenta e dois discípulos e enviou-os dois a dois, à sua frente, a todas as cidades e lugares aonde Ele havia de ir 

Livro de Isaías 66,10-14.

Alegrai-vos com Jerusalém, rejubilai com ela, vós todos que a amais; regozijai-vos com ela, vós todos os que estáveis de luto por ela. 
Como criança amamentando-se ao peito materno, ficareis saciados com o seu seio reconfortante, e saboreareis as delícias do seu peito abundante. 
Porque, assim diz o SENHOR: «Vou fazer com que a paz corra para Jerusalém como um rio, e a riqueza das nações, como uma torrente transbordante. Os seus filhinhos serão levados ao colo, e acariciados sobre os seus regaços. 
Como a mãe consola o seu filho, assim Eu vos consolarei; em Jerusalém sereis consolados. 
Ao verdes isto, os vossos corações pulsarão de alegria, e os vossos ossos retomarão vigor, como a erva fresca. A mão do SENHOR há-de manifestar-se aos seus servos, e a sua ira aos seus inimigos.» 


Carta aos Gálatas 6,14-18.

Irmãos: Quanto a mim de nada me quero gloriar, a não ser na cruz de Nosso Senhor Jesus Cristo, pela qual o mundo está crucificado para mim e eu para o mundo. 
Pois nem a circuncisão vale alguma coisa nem a incircuncisão, mas sim uma nova criação. 
Paz e misericórdia para todos quantos seguirem esta regra, bem como para o Israel de Deus. 
De agora em diante ninguém mais me venha perturbar; pois eu levo no meu corpo as marcas de Jesus. 
A graça de Nosso Senhor Jesus Cristo esteja com o vosso Espírito, irmãos! Ámen. 


Evangelho segundo S. Lucas 10,1-12.17-20.

Naquele tempo,  o Senhor designou setenta e dois discípulos e enviou-os dois a dois, à sua frente, a todas as cidades e lugares aonde Ele havia de ir. 
Disse-lhes: «A messe é grande, mas os trabalhadores são poucos. Rogai, portanto, ao dono da messe que mande trabalhadores para a sua messe. 
Ide! Envio-vos como cordeiros para o meio de lobos. 
Não leveis bolsa, nem alforge, nem sandálias; e não vos detenhais a saudar ninguém pelo caminho. 
Em qualquer casa em que entrardes, dizei primeiro: 'A paz esteja nesta casa!' 
E, se lá houver um homem de paz, sobre ele repousará a vossa paz; se não, voltará para vós. 
Ficai nessa casa, comendo e bebendo do que lá houver, pois o trabalhador merece o seu salário. Não andeis de casa em casa. 
Em qualquer cidade em que entrardes e vos receberem, comei do que vos for servido, 
curai os doentes que nela houver e dizei-lhes: 'O Reino de Deus já está próximo de vós.' 
Mas, em qualquer cidade em que entrardes e não vo

s receberem, saí à praça pública e dizei: 
Até o pó da vossa cidade, que se pegou aos nossos pés, sacudimos, para vo-lo deixar. No entanto, ficai sabendo que o Reino de Deus já chegou.'» 
«Digo-vos: Naquele dia haverá menos rigor para Sodoma do que para aquela cidade. 
Os setenta e dois discípulos voltaram cheios de alegria, dizendo: «Senhor, até os demónios se sujeitaram a nós, em teu nome!» 
Disse-lhes Ele: «Eu via Satanás cair do céu como um relâmpago. 
Olhai que vos dou poder para pisar aos pés serpentes e escorpiões e domínio sobre todo o poderio do inimigo; nada vos poderá causar dano. 
Contudo, não vos alegreis porque os espíritos vos obedecem; alegrai-vos, antes, por estarem os vossos nomes escritos no Céu.» 



Da Bíblia Sagrada - Edição dos Franciscanos Capuchinhos - www.capuchinhos.org 



Comentário do dia: 

Vida de São Francisco de Assis, chamada «Colectânea de Perugia» (c. 1311) 
§ 18 

O Senhor designou setenta e dois discípulos e enviou-os dois a dois, à sua frente, a todas as cidades e lugares aonde Ele havia de ir


Cheio já da graça do Espírito Santo, o beato Francisco predisse aos seus irmãos o que lhes havia de acontecer. No bosque vizinho à capela de Santa Maria de Porciúncula, local para onde tinham o costume de se retirar para orar, reuniu os seus seis irmãos e disse-lhes: «Irmãos queridos, compreendamos a nossa vocação: na sua misericórdia, Deus não nos chamou apenas para nosso próprio benefício, mas também para o serviço e a salvação de muitos outros. Vamos, portanto, mundo fora; pela palavra e pelo exemplo, exortemos os homens e as mulheres a penitenciarem-se dos seus pecados e a recordarem-se dos mandamentos de Deus, que durante tanto tempo mantiveram no esquecimento.» 


Acrescentou depois: «Não temais, pequenino rebanho (Lc 12,32), e tende confiança no Senhor. Não vos pergunteis uns aos outros: “E como vamos pregar, se somos assim ignorantes e iletrados?” Mas lembrai-vos das palavras do Senhor aos seus discípulos: “Não sereis vós a falar, mas o Espírito do vosso Pai é que falará por vós” (Mt 10,20). Será portanto o próprio Senhor que vos comunicará o seu Espírito e sabedoria, para exortardes e pregardes aos homens e às mulheres a via e a prática dos seus mandamentos.»

publicado por portucalia às 15:21

PORTUCÁLIA é um blog que demonstra para os nossos irmãos portugueses como o governo brasileiro é corrupto. Não se iludam com o sr. Lula.Textos literários e até poesia serão buscados em vários autores.
mais sobre mim
Julho 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9





pesquisar
 
blogs SAPO