PORTUCÁLIA

Junho 30 2013

Atentados no Paquistão deixam pelo menos 47 mortos neste domingo

Peshawar: não se sabe se os explosivos foram detonados à distância ou por um suicida Foto: ReutersPeshawar: não se sabe se os explosivos foram detonados à distância ou por um suicidaFoto: Reuters

Pelo menos 47 pessoas morreram em atentados no Paquistão neste domingo. No noroeste do país, enquanto o primeiro-ministro britânico David Cameron visitava a capital Islamabad, um atentado deixou 25 mortos. 

 

A explosão atingiu um comboio das forças de segurança que circulava pela estrada principal com destino a Kohat, perto da zona tribal semiautônoma, reduto dos talibãs e dos grupos ligados à Al-Qaeda, durante uma visita do primeiro-ministro britânico David Cameron a Islamabad, a capital do país. Pelo menos quatro crianças e uma mulher morreram no ataque. Além disso, uma mulher e duas crianças estão entre os feridos.

 

O balanço foi anunciado por Jamil Shah, porta-voz do Hospital Lady Reading de Peshawar.

 

O atentado não foi reivindicado até o momento, mas os talibãs paquistaneses executam ataques frequentes contra as forças de segurança. Nos últimos sete anos, a rebelião provocou milhares de mortes no país.

 

Em outro ataque, ocorrido próximo de Peshawar, a principal cidade do noroeste do Paquistão, pelo menos 17 pessoas morreram e 46 ficaram feridas na explosão de um carro-bomba que tinha como alvo as forças de segurança paquistanesas.

 

A explosão na área de Badaber tinha como objetivo vários veículos de um corpo paramilitar da fronteira, o Frontier Corps (FC), afirmou ao jornal local Dawn o subinspetor da polícia de Peshawar, Jawed Marwat.

 

De acordo com Marwat, após a explosão aconteceu um tiroteio entre as forças de segurança e um grupo fortemente armado e três carros do corpo paramilitar foram destruídos. Além disso, um mercado situado próximo do lugar do atentado foi seriamente atingido.

 

Entre as vítimas fatais não há nenhum membro da Frontier Corps, enquanto entre os feridos, que foram transferidos para um hospital próximo, há paramilitares, mulheres e crianças.

 

Feridos foram transferidos para um hospital próximo de Peshawar Foto: ReutersFeridos foram transferidos para um hospital próximo de PeshawarFoto: Reuters

Ainda não se sabe se os explosivos foram detonados à distância ou por um suicida. O primeiro-ministro do Paquistão, Nawaz Sharif, condenou "profundamente" o atentado e expressou sua "comoção" pelas vítimas. Além disso, Sharif pediu "coragem" aos familiares dos mortos e uma "pronta recuperação" dos feridos.

 

Peshawar, a capital da província de Khyber Pakhtunkwa, na fronteira com o Afeganistão, serve de refúgio a vários grupos armados, entre os quais o movimento talibã local é um dos mais ativos. 

 

No Waziristão do Sul, uma bomba matou quatro pessoas na cidade de Wana, enquanto no Waziristão do Norte uma explosão matou quatro guardas e deixou 12 feridos.

 

Em Islamabad, Cameron afirmou que o combate ao terrorismo exige "uma resposta dura e sem compromissos em termos de segurança", assim como investimentos em educação e contra a pobreza.

 

COMENTÁRIO ;  Em nome de Alá os talibás fazem quase diariamente  atentados e matam dezenas de irmãos.  Definitivamente declaraqm que é em nome de Deus ( Alá), mas eu acredito que  quem os inspira a este morticínio é o rei do Inferno ou uma legião de  demônios.

publicado por portucalia às 16:06

De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



PORTUCÁLIA é um blog que demonstra para os nossos irmãos portugueses como o governo brasileiro é corrupto. Não se iludam com o sr. Lula.Textos literários e até poesia serão buscados em vários autores.
mais sobre mim
Junho 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12

16




pesquisar
 
subscrever feeds
blogs SAPO