PORTUCÁLIA

Junho 08 2013

EVANGELHO QUOTIDIANO

"Senhor, a quem iremos? Tu tens palavras de vida eterna". João 6, 68


Sabado, dia 08 de Junho de 2013

Imaculado Coração da Virgem Santa Maria – memória


Festa da Igreja : Imaculado Coração de Maria
Santo do dia : Beato Francisco Aranha, religioso, mártir, +1583Beata Maria do Divino Coração, religiosa, +1899Santa Quitéria, virgem, mártir, séc. II 

Ver comentário em baixo, ou carregando aqui 
Tomás de Celano : Dar tudo porque Cristo deu tudo 

Livro de Tobias 12,1.5-15.20.

Naqules dias, Tobite chamou Tobias, seu filho, e disse-lhe: «Meu filho, prepara o salário que deves dar ao homem que foi contigo e vê o que será preciso juntar-lhe, como gratificação.» 
Então, Tobias chamou o anjo e disse-lhe: «Toma metade de tudo o que trouxemos como salário para ti e vai em paz.» 
Então, Rafael chamou os dois à parte, e disse-lhes: «Louvai a Deus e agradecei-lhe; exaltai-o e apregoai a todos os viventes o que fez por vós, pois é bom louvar a Deus, exaltar o seu nome e apregoar as suas obras. Não vos canseis de o confessar. 
Se é bom guardar o segredo do rei, é coisa louvável apregoar as obras de Deus. Fazei o bem e nada de mau vos acontecerá. 
É boa a oração feita com verdade e a esmola, acompanhada pela justiça. Melhor é pouco com justiça, do que muito com iniquidade. Melhor é dar esmolas do que acumular tesouros, 
pois a esmola livra da morte e limpa de todo o pecado. Os que praticam a misericórdia e a justiça serão cumulados de vida. 
Aqueles que cometem o pecado e a injustiça são inimigos da sua própria vida. 
Quero dizer-vos toda a verdade sem vos ocultar coisa alguma. Já vos disse que é bom guardar os segredos do rei, mas é glorioso proclamar as obras de Deus. 
Por isso, sabei que enquanto oravas, tu e a tua nora Sara, eu apresentava as vossas orações diante da glória do Senhor. Da mesma forma, enquanto enterravas os mortos, eu também estava contigo. 
Assim, quando, a toda a pressa, te levantaste e deixaste de comer, a fim de sepultar aquele cadáver, eu fui enviado para pôr a tua fé à prova, 
mas, ao mesmo tempo, Deus enviou-me para te curar, a ti e a Sara, tua nora. 
Eu sou Rafael, um dos sete anjos que apresentam as orações dos justos e têm lugar diante da majestade do Senhor.» 
Agora, bendizei o Senhor, aqui na terra, e louvai a Deus, porque eu volto para aquele que me enviou. Escrevei tudo o que sucedeu convosco.» Dito isto, elevou-se. 


Evangelho segundo S. Marcos 12,38-44.

Naquele tempo, Jesus ensinava a multidão, dizendo: «Tomai cuidado com os doutores da Lei, que gostam de exibir longas vestes, de ser cumprimentados nas praças, 
de ocupar os primeiros lugares nas sinagogas e nos banquetes; 
eles devoram as casas das viúvas a pretexto de

longas orações. Esses receberão uma sentença mais severa.» 
Estando sentado em frente do tesouro, observava como a multidão deitava moedas. Muitos ricos deitavam muitas. 
Mas veio uma viúva pobre e deitou duas moedinhas, uns tostões. 
Chamando os discípulos, disse: «Em verdade vos digo que esta viúva pobre deitou no tesouro mais do que todos os outros; 
porque todos deitaram do que lhes sobrava, mas ela, da sua penúria, deitou tudo quanto possuía, todo o seu sustento.» 



Da Bíblia Sagrada - Edição dos Franciscanos Capuchinhos - www.capuchinhos.org 



Comentário do dia: 

Tomás de Celano (c. 1190-c. 1260), biógrafo de São Francisco e de Santa Clara 
«Vita prima» de São Francisco, §76 

Dar tudo porque Cristo deu tudo


Francisco, pobrezinho e pai dos pobres, queria viver em tudo como pobre; 
sofria quando encontrava alguém mais pobre que ele, não por vaidade mas 
por causa da terna compaixão que os pobres lhe causavam. Só queria uma 
túnica de tecido grosseiro e muito comum; ainda assim acontecia-lhe bastas 
vezes partilhá-la com algum infeliz. No entanto, era um pobre muito rico 
pois, movido pela sua grande caridade a socorrer os pobres sempre que 
podia, quando estava muito frio, ia ter com os ricos deste mundo e 
pedia-lhes que lhe emprestassem um sobretudo ou um casaco. Traziam-lhos 
mais depressa do que a pressa que ele se tinha dado em fazer o pedido. Ele 
então dizia: «Aceito com a condição de não esperarem que vo-los 
devolva.» E, com o coração em festa, Francisco oferecia o que acabava de 
receber ao primeiro pobre que encontrava. 


Nada lhe causava mais pena do que ver insultar um pobre ou que dissessem 
mal de qualquer criatura. Um dia, um irmão deixou escapar umas palavras 
que magoaram um pobre que pedia esmola: «Não serás por acaso um rico a 
fingir de pobre?» Estas palavras caíram muito mal a Francisco, o pai dos 
pobres, que infligiu ao delinquente uma terrível reprimenda e lhe ordenou 
que se despojasse das suas vestes na presença do pobre e lhe beijasse os 
pés, pedindo-lhe perdão. «Quem fala mal a um pobre, dizia, injuria a 
Cristo, de quem o pobre é o mais nobre símbolo neste mundo, uma vez que 
Cristo por nós Se fez pobre neste mundo» (cf 2Cor 8,9).





publicado por portucalia às 22:41

De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



PORTUCÁLIA é um blog que demonstra para os nossos irmãos portugueses como o governo brasileiro é corrupto. Não se iludam com o sr. Lula.Textos literários e até poesia serão buscados em vários autores.
mais sobre mim
Junho 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12

16




pesquisar
 
subscrever feeds
blogs SAPO