PORTUCÁLIA

Agosto 26 2013

 

David Manning para o The New York Times

Herança tomates crescem em uma estufa na Universidade da Flórida. 

Gainesville, Flórida - A ciência está tentando construir uma melhor supermercado de tomate.

Multimídia

Relacionado

Lou Praia

 

Em um laboratório aqui na Universidade da Florida Institute for Innovation planta , os pesquisadores picar tomates de estufas nas proximidades e plop-los em tubos de vidro para extrair compostos de sabor - a essência do tomate, por assim dizer. Estes compostos aromáticos são identificados e quantificados por máquina. Pessoas sabor ea taxa de tomates híbridos cultivados nos campos da universidade.

"Eu sou 98 por cento confiante de que podemos fazer um tomate que gosto substancialmente melhor", disse Harry J. Klee, professor de ciências da horticultura. Ele espera que os frutos de seu trabalho estará disponível para os produtores comerciais dentro de quatro ou cinco anos e nos supermercados um par de anos depois disso. Ele acha que pode fazer sementes de melhores tomates disponíveis para jardineiros ainda mais cedo, dentro de um ano ou dois.

O problema insípida-tomate é bem conhecido tanto os amantes da salada e cientistas. Por exemplo, uma mutação genética que os criadores de tomate amo porque transforma o fruto de um tinto gostoso também acontece para torná-la mais branda. Refrigeração, transporte e outros fatores também tem o seu preço. Ao longo das décadas, o tomate média tornou-se não só menos saborosa, mas menos nutritivos.

Digite Dr. Klee, que ajudou a fundar o Instituto de Inovação Planta de uma década atrás e foi em busca de um tomate no mercado de massa mais saborosa e nutritiva desde então.

É fácil encontrar um melhor sabor e tomate mais nutritivos. Vá para o mercado de um fazendeiro ou crescer um no quintal. Também é fácil de produzir uma planta que produz algo mais saboroso do que um tomate supermercado - cruzar uma relíquia de doce com a variedade supermercado. Na estufa, Dr. Klee puxa um tal tomate híbrido fora de uma videira, e tem um gosto mais doce. Mas um híbrido também perde algumas das qualidades altamente valorizadas pelos produtores comerciais - que não é tão fecunda, e não como resistentes à doença, e não como facilmente cultivadas, não tão bonita.

Como os produtores são pagos por quilo, um tomate de melhor sabor, mas menos produtivo tem pouco apelo econômico, e, assim, foi o tomate supermercado condenado a suavidade.

O objetivo do Dr. Klee é ajustar o DNA de tomate - através da reprodução tradicional, não a engenharia genética - para adicionar sabores desejados sem comprometer as características necessárias para que ele tenha sucesso no mercado. "Eu acho que, com cerca de cinco genes-chave que poderiam melhorar muito significativamente o sabor", disse ele. Disse três genes que controlam a produção de compostos importantes de sabor já foram localizados. O próximo passo é identificar versões dos genes que levam a planta de tomate para produzir mais deles.

publicado por portucalia às 22:57

Agosto 26 2013

Estrada aberta para a beatificação de G. K. Chesterton

Prelado inglês quer dar andamento à causa de beatificação de Chesterton, o famoso autor de "Ortodoxia" convertido à Igreja Católica

O escritor inglês Gilbert Keith Chesterton está a caminho da beatificação. É o que informou Dale Ahlquist, presidente da American Chesterton Society, durante a conferência anual da associação, no último dia 1.º de agosto. De acordo com o anúncio, o bispo de Northampton, Inglaterra, manifestou-se "simpático" à causa do escritor e "está procurando um clérigo adequado para começar uma investigação da possibilidade de abrir uma causa para G. K. Chesterton".

O anúncio foi recebido com grande ânimo e emoção pelos membros da sociedade dedicada ao escritor inglês. "Várias pessoas já esperavam por isso há muito tempo", disse o presidente da associação. "Há uma grande devoção a Chesterton ao redor do mundo, particularmente aqui na América. Há pessoas que há muito acreditam que ele deveria ser elevado aos altares e outras já começaram privadamente a pedir a sua intercessão".

Todo ano, a Catholic G. K. Chesterton Society organiza uma peregrinação de Londres à cidade de Beaconsfield, onde Chesterton passou a maior parte de sua vida. Vendo a devoção de tantas pessoas ao escritor, o bispo da região, Peter Doyle, decidiu apressar os procedimentos para elevá-lo à honra dos altares. Porém, de acordo com o padre Ian Ker, biógrafo de Chesterton, não é necessário haver "um local de culto" para o cultivo da devoção. "Não havia nenhum em Birmingham para o beato John Henry Newman", pontuou o sacerdote. "A questão é que este é um culto global. Ele não é apenas um santo local, mas alguém de interesse para a Igreja universal".

Um dos incentivadores da causa é o escritor Joseph Pearce, professor universitário de literatura inglesa e também biógrafo de Chesterton. Ele entrevê vários motivos para seguir adiante com o seu processo de beatificação. "A forma com a qual sua vida e sua obra encarnaram a indissolúvel unidade entre a fé e a razão seria uma razão válida", diz Pearce. "Outra seria seu labor como incessante apologista da Fé. Enfim, outra seria a abundância de frutos de sua tarefa como evangelizador, que se manifestaram nas numerosas pessoas que trouxe e continua trazendo à Fé."

Pearce recordou a capacidade extraordinária que Chesterton tinha de discutir com seus adversários sem jamais demonstrar ódio ou ira. Ele "discutiu com muitos, mas não brigou com nenhum". Para o professor, este é "um dos melhores argumentos de que Chesterton merece a beatificação": "Sua vida demonstra que conseguiu obedecer o mais duro dos mandamentos de Cristo, amar os nossos inimigos."

Para o presidente da American Chesterton Society, a investigação pode ter ganhado nova força com a eleição do Papa Francisco. Ele lembrou que o Pontífice "expressou apoio à causa de Chesterton quando era arcebispo de Buenos Aires", chegando a aprovar o texto de uma oração privada para a canonização do escritor.

Ahlquist também destacou a impressão que o idealizador do padre Brown deixou, por exemplo, no grande servo de Deus, o arcebispo Fulton Sheen. A lista de admiradores é grande: do escritor anglicano C. S. Lewis, que deve a Chesterton a sua conversão ao cristianismo, até o grande romancista J. R. R. Tolkien, autor de "O Senhor dos Anéis" e "O Hobbit". A influência de Chesterton era tal que o patriarca de Veneza, o cardeal Albino Luciani – eleito em 1978 Papa João Paulo I –, chegou a escrever-lhe uma carta imaginária (já que Chesterton morreu no começo do século XX), comentando algumas de suas obras01.

Antes de passar à beatificação de alguém, o Papa deve reconhecer que esta pessoa viveu as virtudes da fé cristã de maneira heroica. Então, ela passa a ser invocada como venerável. Como o processo de Gilbert Chesterton se encontra na fase diocesana, ainda restam várias etapas para a conclusão do procedimento. Abaixo, está a oração, aprovada pelo então arcebispo de Buenos Aires – hoje Papa Francisco –, para invocar a intercessão de Chesterton:

Deus Nosso Pai,

Tu que enchestes a vida de teu servo Gilbert Keith Chesterton com aquele sentido de assombro e alegria, e lhe deste aquela fé que foi o fundamento de seu incessante trabalho, aquela esperança que nascia de sua perene gratidão pelo dom da vida humana, aquela caridade para com todos os homens, particularmente em relação aos seus adversários; faz com que sua inocência e seu riso, sua constância em combater pela fé cristã em um mundo descrente, sua devoção de toda a vida pela Santíssima Virgem Maria e seu amor por todos os homens, especialmente pelos pobres, concedam alegria àqueles que se encontram sem esperança, convicção e ardor aos crentes tíbios e o conhecimento de Deus àqueles que não tem fé.

Rogamos-te que nos outorgue os favores que te pedimos por sua intercessão, (e especialmente por...), de maneira que sua santidade possa ser reconhecida por todos e a Igreja possa proclamá-lo Beato. Tudo isto pedimos-te por Cristo Nosso Senhor. Amém.02

publicado por portucalia às 22:49

Agosto 26 2013

EVANGELHO QUOTIDIANO

"Senhor, a quem iremos? Tu tens palavras de vida eterna". João 6, 68


Segunda-feira, dia 26 de Agosto de 2013

Segunda-feira da 21ª semana do Tempo Comum


Santo do dia : Santa Teresa de Jesus Jornet e Ibars, virgem, fundadora, +1897Santa Micaela do Santíssimo Sacramento, religiosa, fundadora, +1865 

Ver comentário em baixo, ou carregando aqui 
Regra do Mestre : A encruzilhada do nosso coração: «espaçoso [é] o caminho que conduz à perdição, [...] apertado é o caminho que conduz à vida» (Mt 7,13-14) 

1ª Carta aos Tessalonicenses 1,1-5.8b-10.

Paulo, Silvano e Timóteo à igreja de Deus Pai e do Senhor Jesus Cristo, que está em Tessalónica. A vós, graça e paz. 
Damos continuamente graças a Deus por todos vós, recordando-vos sem cessar nas nossas orações; 
a vosso respeito, guardamos na memória a actividade da fé, o esforço da caridade e a constância da esperança, que vêm de Nosso Senhor Jesus Cristo, diante de Deus e nosso Pai, 
conhecendo bem, irmãos amados de Deus, a vossa eleição, 
pois o nosso Evangelho não se apresentou a vós apenas como uma simples palavra, mas também com poder e com muito êxito pela acção do Espírito Santo; vós sabeis como estivemos entre vós para vosso bem. 
Na verdade, partindo de vós, a palavra do Senhor não só ecoou na Macedónia e na Acaia, mas por toda a parte se propagou a fama da vossa fé em Deus, de tal modo que não temos necessidade de falar disso. 
De facto, são eles próprios que contam o acolhimento que vós nos fizestes e como vos convertestes dos ídolos a Deus, para servirdes o Deus vivo e verdadeiro 
e para aguardardes do Céu o seu Filho, que Ele ressuscitou de entre os mortos, Jesus, que nos livra da ira que está para vir. 


Evangelho segundo S. Mateus 23,13-22.

Naquele tempo, disse Jesus: «Ai de vós, doutores da Lei e fariseus hipócritas, porque fechais aos homens o Reino do Céu! Nem entrais vós nem deixais entrar os que o querem fazer. 
Ai de vós, doutores da Lei e fariseus hipócritas, que devorais as casas das viúvas, com o pretexto de prolongadas orações! Por isso, sereis mais rigorosamente julgados. 
Ai de vós, doutores da Lei e fariseus hipócritas, que percorreis o mar e a terra para fazer um prosélito e, depois de o terdes seguro, fazeis dele um filho do inferno, duas vezes pior do que vós! 
Ai de vós, guias cegos, que dizeis: 'Se alguém jura pelo santuário, isso não tem importância; mas, se jura pelo ouro do santuário, fica sujeito ao juramento.’ 
Insensatos e cegos! Que é o que vale mais? O ouro ou o santuário, que tornou o ouro sagrado? 
Dizeis ainda: 'Se alguém jura pelo altar, isso não tem importância; mas, se jura pela oferta que está sobre o altar, fica sujeito ao juramento.’ 
Cegos! Qual é o que vale mais? A oferta ou o altar, que torna sagrada a oferta? 
Portanto, jurar pelo altar é o mesmo que jurar por ele e por tudo o que está sobre ele; 
jurar pelo santuário é jurar por ele e por aquele que nele habita; 
jurar pelo Céu é jurar pelo trono de Deus e por aquele que nele está sentado. 



Da Bíblia Sagrada - Edição dos Franciscanos Capuchinhos - www.capuchinhos.org 



Comentário do dia: 

Regra do Mestre (regra monástica do século VI) 
Prólogo, 1-14 



A encruzilhada do nosso coração: «espaçoso [é] o caminho que conduz à perdição, [...] apertado é o caminho que conduz à vida» (Mt 7,13-14)


Homem, tu que lês esta Regra em voz alta a toda a comunidade, e depois tu, que escutas esta leitura, deixa de lado quaisquer outros pensamentos que possas ter e fica sabendo que, quando te falo, é o próprio Deus que te adverte por meu intermédio; é o Senhor Deus, a quem devemos ir de motu próprio e com boas acções e intenção recta, a não ser que queiramos, por causa da nossa negligência de pecadores, comparecer mais tarde diante dele e ser levados pela morte [...]. Vivemos o tempo que nos resta como uma prorrogação, ao passo que a bondade de Deus espera da nossa parte progressos diários, e quer que amanhã sejamos melhores do que hoje. 


Tu, que me escutas, presta atenção às minhas palavras [...] e assim, caminhando na diligência do teu espírito, chegarás à encruzilhada do teu coração. Uma vez aí chegado, [...] deixa para trás o caminho do mal que é o da tua ignorância e considera que os dois caminhos que para ti se abrem são as duas formas de observar os preceitos do Senhor. Quanto a nós, que procuramos o caminho que leva a Deus, detenhamo-nos nesta encruzilhada do coração, examinemos esses dois caminhos, esses dois modos de compreensão que se nos oferecem, e consideremos por qual deles poderemos alcançar a Deus. Se seguirmos pelo da esquerda, uma vez que o caminho é largo, temos a temer que seja precisamente por aí o caminho da perdição; se voltarmos à direita, estaremos no bom caminho, porquanto esse é o caminho estreito, aquele que leva os servos assíduos à presença do Senhor. [...] Atenta, por isso, no que escutas antes de deixares a luz deste mundo, porque só voltarás a tê-la na ressurreição. Aí chegado, se tiveres agido bem durante a tua vida terrena, estarás destinado à glória eterna com os santos do céu.






publicado por portucalia às 22:05

PORTUCÁLIA é um blog que demonstra para os nossos irmãos portugueses como o governo brasileiro é corrupto. Não se iludam com o sr. Lula.Textos literários e até poesia serão buscados em vários autores.
mais sobre mim
Agosto 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9

14
15

18
23

25
27
28
30


pesquisar
 
subscrever feeds
blogs SAPO