PORTUCÁLIA

Fevereiro 04 2013

Hackers anônimos atacaram o Twitter nesta semana e podem ter obtido acesso a senhas e outras informações de até 250 mil contas de usuários, informou o microblog na noite de sexta-feira (1).

O Twitter afirmou em uma mensagem em seu blog que as senhas eram criptografadas e que já foram redefinidas como "medida de precaução", afirmando ainda que estava em processo de notificar os usuários afetados.

A mensagem destacou ainda revelações recentes de ataques cibernéticos de larga escala contra o “New York Times” e o “Wall Street Journal”, mas ao contrário das duas empresas jornalísticas, o Twitter não proveu nenhum detalhe sobre a origem ou metodologia dos ataques.

"Esse ataque não foi obra de amadores, e nós não acreditamos que tenha sido um incidente isolado", disse o Twitter. "Os invasores eram extremamente sofisticados e nós acreditamos que outras companhias e organizações também tenham sofrido ataques similares recentemente."

O Twitter, que tem 200 milhões de usuários ativos por mês, disse que está trabalhando com autoridades para rastrear os hackers. Ao contrário do “New York Times” e do “Wall Street Journal”, que afirmaram que os ataques tiveram origem na China, o Twitter não fez relação específica entre os ataques e o país asiático.

A rede social famosa por suas mensagens de 140 caracteres disse que não poderia especular sobre a origem dos ataques já que as investigações estão em curso, disse o porta-voz Jim Prosser. “Agora não há evidência que poderia indicar que as senhas foram comprometidas", afirmou Prosser. Esta não é a primeira vez que hackers invadem os sistemas do Twitter e obtêm acesso a informações de seus usuários.

Para ler mais notícias de Tecnologia e Games, clique em g1.globo.com/tecnologia. Siga também o G1 no Facebook e Tecnologia e Games no Twitter e por RSS.

publicado por portucalia às 12:56

Fevereiro 04 2013

Segunda-feira, dia 04 de Fevereiro de 2013

Segunda-feira da 4ª semana do Tempo Comum


Santo do dia : S. João de Brito, presbítero e mártir, +1693 

Ver comentário em baixo, ou carregando aqui 
Beato Charles de Foucauld : «Vai para tua casa, para junto dos teus, e conta-lhes tudo o que o Senhor fez por ti» 

Carta aos Hebreus 11,32-40.

Irmãos: Que mais direi? Faltar-me-ia o tempo se quisesse falar acerca de Gedeão, Barac, Sansão, Jefté, David e Samuel e dos profetas, 
os quais, pela fé, conquistaram reinos, exerceram a justiça, alcançaram promessas, fecharam a boca de leões, 
extinguiram a violência do fogo, escaparam ao fio da espada, da fraqueza, recobraram a força, tornaram-se fortes na guerra, e puseram em fuga exércitos estrangeiros. 
Algumas mulheres recuperaram os seus mortos por meio da ressurreição. Alguns foram torturados, não querendo aceitar a libertação, para obterem uma ressurreição melhor; 
outros sofreram a prova dos escárnios e dos flagelos, das cadeias e da prisão. 
Foram apedrejados, serrados ao meio, mortos ao fio da espada; andaram errantes cobertos de peles de ovelhas e de cabras, necessitados, atribulados e maltratados; 
homens de quem o mundo não era digno, andaram vagueando pelos desertos, pelos montes, pelas grutas e pelas cavidades da terra. 
E todos estes, apesar de terem recebido um bom testemunho, graças à sua fé, não alcançaram a realização da promessa, 
porque Deus tinha previsto algo de melhor para nós, de modo que eles não alcançassem a perfeição sem nós. 


Evangelho segundo S. Marcos 5,1-20.

Naquele tempo, Jesus e os seus discípulos chegaram à outra margem do mar, à região dos gerasenos. 
Logo que Jesus desceu do barco, veio ao seu encontro, saído dos túmulos, um homem possesso de um espírito maligno. 
Tinha nos túmulos a sua morada, e ninguém conseguia prendê-lo, nem mesmo com uma corrente, 
pois já fora preso muitas vezes com grilhões e correntes, e despedaçara os grilhões e quebrara as correntes; ninguém era capaz de o dominar. 
Andava sempre, dia e noite, entre os túmulos e pelos montes, a gritar e a ferir-se com pedras. 
Avistando Jesus ao longe, correu, prostrou-se diante dele 
e disse em alta voz: «Que tens a ver comigo, ó Jesus, Filho do Deus Altíssimo? Conjuro-te, por Deus, que não me atormentes!» 
Efectivamente, Jesus dizia: «Sai desse homem, espírito maligno.» 
Em seguida, perguntou-lhe: «Qual é o teu nome?» Respondeu: «O meu nome é Legião, porque somos muitos.» 
E suplicava-lhe insistentemente que não o expulsasse daquela região. 
Ora, ali próximo do monte, andava a pastar uma grande vara de porcos. 
E os espíritos malignos suplicaram a Jesus: «Manda-nos para os porcos, para entrarmos neles.» 
Jesus consentiu. Então, os espíritos malignos saíram do homem e entraram nos porcos, e a vara, cerca de uns dois mil, precipitou-se do alto no mar e ali se afogou. 
Os guardas dos porcos fugiram e levaram a notícia à cidade e aos campos. As pessoas foram ver o que se passara. 
Ao chegarem junto de Jesus, viram o possesso sentado, vestido e em perfeito juízo, ele que estivera possuído de uma legião; e ficaram cheias de temor. 
As testemunhas do acontecimento narraram-lhes o que tinha sucedido ao possesso e o que se passara com os porcos. 
Então, pediram a Jesus que se retirasse do seu território. 
Jesus voltou para o barco e o homem que fora possesso suplicou-lhe que o deixasse andar com Ele. 
Não lho permitiu. Disse-lhe antes: «Vai para tua casa, para junto dos teus, e conta-lhes tudo o que o Senhor fez por ti e como teve misericórdia de ti.» 
Ele retirou-se, começou a apregoar na Decápole o que Jesus fizera por ele, e todos se maravilhavam. 



Da Bíblia Sagrada - Edição dos Franciscanos Capuchinhos - www.capuchinhos.org 



Comentário ao Evangelho do dia feito por : 

Beato Charles de Foucauld (1858-1916), eremita e missionário no Saara 
Meditações sobre os Evangelhos, n°194 

«Vai para tua casa, para junto dos teus, e conta-lhes tudo o que o Senhor fez por ti»

Quando desejarmos seguir Jesus, não nos espantemos se Ele não no-lo permitir de imediato, ou mesmo se não no-lo permitir nunca. [...] Com efeito, a Sua visão tem maior alcance do que a nossa; Ele quer, não só o nosso bem, mas o bem de todos. [...]


É evidente que partilharmos a nossa vida com e como os apóstolos é um bem e uma graça, e devemos tentar sempre aproximar-nos desta imitação da Sua vida. Mas esta é apenas uma graça exterior; ao cumular-nos interiormente de graça, Deus pode tornar-nos muito mais santos sem essa imitação perfeita [...] do que com ela. Ele pode, aumentando em nós a fé, a esperança e a caridade, tornar-nos muito mais perfeitos no mundo, ou numa ordem [religiosa] moderada, do que o seríamos no deserto ou numa ordem austera. [...] Se Deus não permitir que O sigamos, não fiquemos surpreendidos, nem temerosos, nem tristes. Pensemos, antes, que Ele nos trata como tratou o geraseno e que tem motivos muito sábios e muito ocultos para tal. O que devemos fazer é obedecer-Lhe e fazer a Sua vontade. Aliás [...], talvez Jesus tenha permitido que o geraseno se juntasse aos apóstolos alguns meses ou alguns anos mais tarde.


Sempre que nos seja possível, tentemos ter a vida mais perfeita – e, por agora, viver com perfeição a vida que Jesus nos destina, aquela onde Ele nos quer. Vivamo-la como Ele próprio a viveria se essa fosse a vontade de Seu Pai; façamos tudo como Ele o faria, se Seu Pai o colocasse nesta situação. [...] A verdadeira perfeição é fazer a vontade de Deus.

publicado por portucalia às 12:33

Fevereiro 03 2013

03/02/2013 07h00 - Atualizado em 03/02/2013 07h00

Cientistas descobrem 'segredos' que fazem coruja girar a cabeça 270º

Pesquisadores usaram tomografia e outras técnicas para estudar animais.
Corujas possuem adaptações nos vasos sanguíneos e na estrutura óssea.

Do Globo Natureza, em São Paulo

2 comentários
Corujas possuem adaptações nos vasos sanguíneos abaixo da cabeça (Foto: J Pat Carter/AP)Corujas possuem adaptações nos vasos sanguíneos abaixo da cabeça (Foto: J Pat Carter/AP)

Cientistas da Universidade de Medicina Johns Hopkins, nos Estados Unidos, afirmam ter descoberto os "segredos" por trás da capacidade das corujas de girar a cabeça quase totalmente no corpo - até 270º, segundo o estudo.

Usando tomografia computadorizada, angiografia e outras técnicas clínicas, os pesquisadores analisaram a anatomia de 12 corujas. Foram descobertas grandes adaptações biológicas que permitem que o animal não se machuque ao girar a cabeça.

As adaptações estão ligadas à estrutura óssea e à rede de vasos sanguíneos dos animais, segundo o estudo, publicado nesta sexta-feira (1º) na renomada revista "Science".

Vasos sanguíneos na base da cabeça das corujas, logo abaixo da mandíbula, possuem espessura considerável conforme avançam no sistema circulatório, alguns chegando a ser bem grossos, e mantém esta estrutura mesmo quando o animal gira a cabeça, diz o estudo.

O fenômeno é diferente do que acontece com os seres humanos, em que as artérias tendem a se "capilarizar" quanto mais extensas são nesta região, segundo os cientistas. Isso torna a estrutura vascular dos humanos muito mais frágil que a das corujas neste ponto - um giro de cabeça de 270º em humanos tem efeitos extremamente nocivos e pode até levar à morte.

Coruja têm ainda 'reservatório' sanguíneo em algumas artérias (Foto: Caroline Seidel/AFP)Coruja tem ainda 'reservatório' para sangue em
algumas artérias (Foto: Caroline Seidel/AFP)

'Reservatórios'
Em outra adaptação, algumas artérias abaixo da cabeça das corujas possuem "reservatórios" que permitem que o sangue seja armazenado.

A "vantagem" biológica permite que o sangue chegue ao cérebro e aos olhos do animal mesmo quando ele gira a cabeça. Estas adaptações ajudam a minimizar interrupções da circulação sanguínea das corujas, de acordo com o estudo.

"Manipular a cabeça de seres humanos é realmente perigoso, porque nós não temos as estruturas de proteção aos vasos sanguíneos que as corujas possuem", disse o cientista Philippe Gailloud, um dos autores do estudo.

Para ler mais notícias do Globo Natureza, clique em g1.globo.com/natureza. Siga também o Globo Natureza no Twitter.

publicado por portucalia às 19:47

Fevereiro 03 2013

03/02/2013 11h26 - Atualizado em 03/02/2013 12h37

Lino Oviedo morre em acidente de helicóptero no Paraguai

General reformado era candidato às eleições presidenciais no país.
Presidente enviou condolências à família do general reformado.

Do G1, em São Paulo

9 comentários

O candidato a presidência do Paraguaipelo partido Unace e general reformado que viveu no Brasil no exílio, Lino Oviedo, morreu após a queda de um helicóptero na noite deste sábado (2), na província de Chaco. O presidente Federico Franco enviou condolências à família de Oviedo.

General reformado e fundador do União Nacional de Cidadãos Éticos (Unace), Oviedo, de 69 anos, embarcou na noite de sábado no helicóptero para voltar a Assunção após participar de um comício na cidade de Concepción, mas a aeronave perdeu contato com a torre de controle poucas horas depois, por volta das 22h - horário local.

publicado por portucalia às 14:59

Fevereiro 03 2013

Domingo, dia 03 de Fevereiro de 2013

4º Domingo do Tempo Comum - Ano C


Santo do dia : S. Brás, bispo e mártir, +316,  S. Oscar (Ansgário), bispo, +865 

Ver comentário em baixo, ou carregando aqui 
Santo Agostinho : «Passando pelo meio deles, Jesus seguiu o Seu caminho» 

Livro de Jeremias 1,4-5.17-19.

No tempo de Josias, rei de Judá, a palavra do Senhor foi-me dirigida nestes termos: 
«Antes de te haver formado no ventre materno, Eu já te conhecia; antes que saísses do seio de tua mãe, Eu te consagrei e te constituí profeta das nações.» 
Tu, porém, cinge os teus rins, levanta-te e diz-lhes tudo o que Eu te ordenar. Não temas diante deles; se não, serei Eu a fazer-te temer na sua presença. 
E eis que hoje te estabeleço como cidade fortificada, como coluna de ferro e muralha de bronze, diante de todo este país, dos reis de Judá e de seus chefes, dos sacerdotes e do povo da terra. 
Far-te-ão guerra, mas não hão-de vencer, porque Eu estou contigo para te salvar» – oráculo do Senhor. 


1ª Carta aos Coríntios 12,31.13,1-13.

Irmãos: Aspirai, porém, aos melhores dons. Aliás, vou mostrar-vos um caminho que ultrapassa todos os outros. 
Ainda que eu fale as línguas dos homens e dos anjos, se não tiver amor, sou como um bronze que soa ou um címbalo que retine. 
Ainda que eu tenha o dom da profecia e conheça todos os mistérios e toda a ciência, ainda que eu tenha tão grande fé que transporte montanhas, se não tiver amor, nada sou. 
Ainda que eu distribua todos os meus bens e entregue o meu corpo para ser queimado, se não tiver amor, de nada me aproveita. 
O amor é paciente, o amor é prestável, não é invejoso, não é arrogante nem orgulhoso, 
nada faz de inconveniente, não procura o seu próprio interesse, não se irrita nem guarda ressentimento. 
Não se alegra com a injustiça, mas rejubila com a verdade. 
Tudo desculpa, tudo crê, tudo espera, tudo suporta. 
O amor jamais passará. As profecias terão o seu fim, o dom das línguas terminará e a ciência vai ser inútil. 
Pois o nosso conhecimento é imperfeito e também imperfeita é a nossa profecia. 
Mas, quando vier o que é perfeito, o que é imperfeito desaparecerá. 
Quando eu era criança, falava como criança, pensava como criança, raciocinava como criança. Mas, quando me tornei homem, deixei o que era próprio de criança. 
Agora, vemos como num espelho, de maneira confusa; depois, veremos face a face. Agora, conheço de modo imperfeito; depois, conhecerei como sou conhecido. 
Agora permanecem estas três coisas: a fé, a esperança e o amor; mas a maior de todas é o amor. 


Evangelho segundo S. Lucas 4,21-30.

Naquele tempo, Jesus começou a falar na sinagoga de Nazaré dizendo: «Cumpriu-se hoje esta passagem da Escritura, que acabais de ouvir.» 
Todos davam testemunho em seu favor e se admiravam com as palavras repletas de graça que saíam da sua boca. Diziam: «Não é este o filho de José?» 
Disse-lhes, então: «Certamente, ides citar-me o provérbio: 'Médico, cura-te a ti mesmo.' Tudo o que ouvimos dizer que fizeste em Cafarnaúm, fá-lo também aqui na tua terra.» 
Acrescentou, depois: «Em verdade vos digo: Nenhum profeta é bem recebido na sua pátria. 
Posso assegurar-vos, também, que havia muitas viúvas em Israel no tempo de Elias, quando o céu se fechou durante três anos e seis meses e houve uma grande fome em toda a terra; 
contudo, Elias não foi enviado a nenhuma delas, mas sim a uma viúva que vivia em Sarepta de Sídon. 
Havia muitos leprosos em Israel, no tempo do profeta Eliseu, mas nenhum deles foi purificado senão o sírio Naaman.» 
Ao ouvirem estas palavras, todos, na sina

goga, se encheram de furor. 
E, erguendo-se, lançaram-no fora da cidade e levaram-no ao cimo do monte sobre o qual a cidade estava edificada, a fim de o precipitarem dali abaixo. 
Mas, passando pelo meio deles, Jesus seguiu-o seu caminho. 



Da Bíblia Sagrada - Edição dos Franciscanos Capuchinhos - www.capuchinhos.org 



Comentário ao Evangelho do dia feito por : 

Santo Agostinho (354-430), bispo de Hipona (Norte de África), doutor da Igreja 
Sermão Delbeau 61, 14-18 

«Passando pelo meio deles, Jesus seguiu o Seu caminho»

Veio até nós um médico para nos restituir a saúde: Nosso Senhor, Jesus Cristo. Tendo encontrado a cegueira do nosso coração, prometeu-nos a luz que «os olhos não viram, os ouvidos não ouviram, o coração do homem não pressentiu» (1Cor 2,9).


A humildade de Jesus Cristo é o remédio do nosso orgulho. Não duvides nunca de Quem te traz a cura e sê humilde, tu por quem Deus Se fez humilde. Com efeito, Ele bem sabia que o remédio da humildade seria a tua cura, porque conhece muito bem a enfermidade e sabe muito bem como curá-la. Uma vez que não podias ser tu a visitar o Médico, foi o Médico Quem veio visitar-te. [...] Veio ver-te e veio em teu socorro porque sabe muito bem do que necessitas.


Deus veio na Sua humildade para que o homem O pudesse imitar, pois se tivesse permanecido inacessível, como poderíamos nós imitá-Lo? E, sem O imitar, como poderíamos nós ser curados? Veio na humildade porque sabia muito bem qual o remédio que devia receitar: um pouco amargo, por certo, mas salutar. E tu? Continuas a duvidar d'Ele, de Quem te oferece a Sua taça, e murmuras: «Mas que Deus é este, Senhor? Nasceu, sofreu, foi coberto de escarros, coroado de espinhos, cravado numa cruz!» Miserável alma, que vês a humildade do médico mas não o cancro do teu orgulho! E é por isso que a humildade não te agrada. [...]


Por vezes acontece aos doentes mentais baterem nos médicos, mas neste caso o Médico, misericordioso, não só não fica indignado com quem Lhe bate, mas também cuida de o tratar. [...] O nosso Médico não teme ser atacado por pacientes dementes. Ele fez da Sua morte o seu remédio. Com efeito, Ele morreu e ressuscitou.

publicado por portucalia às 14:47

Fevereiro 02 2013

Hillary Clinton passa bastão da diplomacia americana ao ex-senador John Kerry

 

EFE

 

Jim Lo Scalzo / EFEEx-senador democrata John Kerry se tornou o novo secretário de Estado americano, cargo ocupado por Hillary Clinton

O ex-senador democrata John Kerry se tornou nesta sexta-feira o novo secretário de Estado americano, apenas três horas depois que uma emocionada Hillary Clinton deixou esse cargo após um último dia marcado pelo atentado contra a embaixada dos Estados Unidos na Turquia.

Kerry jurou seu cargo em cerimônia privada no Comitê de Relações Exteriores do Senado, no qual serviu durante quase três décadas, meia hora após ter efetivado sua renúncia à cadeira que ocupava no Senado desde 1984. A juíza do Supremo Tribunal, Elena Kagan, se encarregou de oficiar o juramento, que lhe torna o primeiro homem branco que chega a titular das Relações Exteriores em 16 anos, desde que Christopher Warren deixou o cargo em 1997.

publicado por portucalia às 12:30

Fevereiro 02 2013

Sabado, dia 02 de Fevereiro de 2013

Apresentação do Senhor, festa.


Santo do dia : Nossa Senhora dos Navegantes 

Ver comentário em baixo, ou carregando aqui 
São Bernardo : «Maria e José levaram Jesus a Jerusalém para O apresentarem ao Senhor» 

Livro de Malaquias 3,1-4.

Assim fala o Senhor: «Vou enviar o meu mensageiro, a fim de que ele prepare o caminho à minha frente. E imediatamente entrará no seu santuário o Senhor, que vós procurais, e o mensageiro da aliança, que vós desejais. Ei-lo que chega! –, diz o Senhor do universo. 
Quem suportará o dia da sua chegada? Quem poderá resistir, quando ele aparecer? Porque ele é como o fogo do fundidor e como a barrela das lavadeiras. 
Ele sentar-se-á como fundidor e purificador. Purificará os filhos de Levi e os refinará, como se refinam o ouro e a prata. E assim eles serão para o Senhor os que apresentam a oferta legítima. 
Então, a oferta de Judá e de Jerusalém será agradável ao Senhor como nos dias antigos, como nos anos de outrora. 


Evangelho segundo S. Lucas 2,22-40.

Ao chegarem os dias da purificação, segundo a Lei de Moisés, Maria e José levaram Jesus a Jerusalém para O apresentarem ao Senhor, 
conforme está escrito na Lei do Senhor: «Todo o primogénito varão será consagrado ao Senhor» 
e para oferecerem em sacrifício, como se diz na Lei do Senhor, duas rolas ou duas pombas. 
Ora, vivia em Jerusalém um homem chamado Simeão; era justo e piedoso e esperava a consolação de Israel. O Espírito Santo estava nele. 
Tinha-lhe sido revelado pelo Espírito Santo que não morreria antes de ter visto o Messias do Senhor. 
Impelido pelo Espírito, veio ao templo, quando os pais trouxeram o menino Jesus, a fim de cumprirem o que ordenava a Lei a seu respeito. 
Simeão tomou-o nos braços e bendisse a Deus, dizendo: 
«Agora, Senhor, segundo a tua palavra, deixarás ir em paz o teu servo, 
porque meus olhos viram a Salvação 
que ofereceste a todos os povos, 
Luz para se revelar às nações e glória de Israel, teu povo.» 
Seu pai e sua mãe estavam admirados com o que se dizia dele. 
Simeão abençoou os e disse a Maria, sua mãe: «Este menino está aqui para queda e ressurgimento de muitos em Israel e para ser sinal de contradição; 
uma espada trespassará a tua alma. Assim hão-de revelar-se os pensamentos de muitos corações.» 
Havia também uma profetisa, Ana, filha de Fanuel, da tribo de Aser, a qual era de idade muito avançada. Depois de ter vivido casada sete anos, após o seu tempo de donzela, 
ficou viúva até aos oitenta e qu

atro anos. Não se afastava do templo, participando no culto noite e dia, com jejuns e orações. 
Aparecendo nessa mesma ocasião, pôs-se a louvar a Deus e a falar do menino a todos os que esperavam a redenção de Jerusalém. 
Depois de terem cumprido tudo o que a Lei do Senhor determinava, regressaram à Galileia, à sua cidade de Nazaré. 
Entretanto, o menino crescia e robustecia-se, enchendo-se de sabedoria, e a graça de Deus estava com Ele. 



Da Bíblia Sagrada - Edição dos Franciscanos Capuchinhos - www.capuchinhos.org 



Comentário ao Evangelho do dia feito por : 

São Bernardo (1091-1153), monge cisterciense, doutor da Igreja 
3º Sermão para a Apresentação, §2 

«Maria e José levaram Jesus a Jerusalém para O apresentarem ao Senhor»

Oferece o teu Filho, Virgem santa, e apresenta ao Senhor o bendito fruto de teu ventre (Lc 1,42). Oferece a todos, para nossa reconciliação, a vítima santa que agrada a Deus. Deus aceitará sem dúvida esta nova oferenda, esta vítima de grande preço, acerca de Quem disse: «Este é o Meu Filho muito amado, no qual pus todo o Meu agrado» (Mt 3,17).


Tal oferenda, irmãos, parece contudo algo suave: foi simplesmente apresentada ao Senhor, resgatada por pombas e imediatamente levada. Virá o dia em que o Filho já não será oferecido ao Templo, nem tomado nos braços de Simeão – mas sê-lo-á fora da cidade, e nos braços da cruz. Virá o dia em que Ele já não será resgatado pelo sangue de uma vítima, mas em que será Ele a resgatar os outros com o Seu próprio sangue [...]. Será o sacrifício da noite. E este é o sacrifício da manhã: um sacrifício alegre. Mas aquele será total, e não será oferecido na altura do nascimento mas na plenitude da idade. A um e a outro pode aplicar-se o que o profeta havia predito: «[...] ofereceu-Se, porque Ele próprio assim o quis» (Is 53,7 Vulg). Hoje, com efeito, não Se ofereceu porque tivesse necessidade de Se oferecer, ou porque estivesse sujeito à Lei, mas porque Ele próprio o quis. E já na cruz, igualmente, não Se oferecerá porque tenha merecido a morte, ou porque os Seus inimigos tivessem poder sobre Ele, mas porque Ele próprio o quis. 


Portanto, «de bom grado eu Te oferecerei sacrifícios», Senhor (Sl 53,8), porque foi voluntariamente que Te ofereceste para a minha salvação [...]. Ofereçamos-Lhe também nós, irmãos, o que de melhor temos, ou seja, nós próprios. Ele ofereceu-Se a Si próprio; quem és tu, para hesitares ofereceres-te inteiro?



publicado por portucalia às 12:23

Fevereiro 01 2013

 Atenção! Aquele notável líder da classe trabalhadora aproveitava-se da morte de um companheiro e da fragilidade da mulher — que tinha ido ao órgão de classe para cuidar da pensão — para, como se diz por aí, “passar o pente”. Que outra expressão do sindicalismo ou da política teria superado a revelação de que tinha na galeria dos homens admiráveis e admirados Hitler e Khomeini. Por quê? “Porque estavam do lado dos menos favorecidos…”, ele explicou.

“Lá está o Reinaldo querendo ressuscitar velharias…” Não! Já demonstrei que não são velharias. As escolhas que Lula fez na política externa, por exemplo, indicam que coerência com seu passado. As escolhas que faz na política interna são compatíveis com aquela visão de mundo. E ousaria mesmo dizer que certos sucessos de sua vida privada — com repercussões na esfera pública — remetem àquela espreitador de viuvinhas. No sindicato, na Presidência e no partido, ele nunca soube distinguir suas necessidades privadas das questões coletivas. Isso está dado pelos fatos.

publicado por portucalia às 12:28

Fevereiro 01 2013

Em 27 dias, o Espírito Santo registrou 5.325 de casos de dengue, segundo a Secretaria Estadual de Saúde (Sesa). O último boletim se refere ao levantamento da quarta semana epidemiológica, no período entre 30 de dezembro de 2012 e 26 de janeiro de 2013.

Ainda de acordo com a Sesa,  desse total, 84 são suspeitas da forma grave da doença, com complicação e dengue hemorrágica. Um óbito foi confirmado e cinco casos ainda estão sendo investigados. Essas informações são enviadas à secretaria até o dia anterior à divulgação do boletim epidemiológico.

Segundo a coordenadora da vigilância epidemiológica da Sesa, Gilsa Rodrigues, o Espírito Santo é o 3º estado com maior número de casos de dengue, ficando atrás de Mato Grosso do Sul e Minas Gerais. Para Rodrigues, os números de casos suspeitos de dengue têm aumentado em função de alguns fatores, como a circulação do vírus do tipo 4, período de chuva e moradores que esquecem de tomar os devidos cuidados.

Em todo o ano de 2012, foram registrados 22.248 casos, contra 54.648, em  2011.

publicado por portucalia às 12:17

Fevereiro 01 2013

Sexta-feira, dia 01 de Fevereiro de 2013

Sexta-feira da 3ª semana do Tempo Comum


Santo do dia : Beata Ana Michelotti, religiosa fundadora, +1887,  Beata Maria Ana Vaillot, religiosa, mártir, +1794,  Beata Odília (Otília) Baumgarten, religiosa, mártir, +1794

Ver comentário em baixo, ou carregando aqui 
Beato John Henry Newman : As parábolas do Reino 

Carta aos Hebreus 10,32-39.

Irmãos: Recordai os primeiros dias nos quais, depois de terdes sido iluminados, 
suportastes a grande luta dos sofrimentos, tanto sendo expostos publicamente a insultos e tribulações, como sendo solidários com os que assim eram tratados. 
Tomastes parte nos sofrimentos dos encarcerados, aceitastes com alegria a confiscação dos vossos bens, sabendo que possuís bens melhores e mais duradouros. 
Não percais, pois, a vossa confiança, à qual está reservada uma grande recompensa. 
Na realidade, tendes necessidade de perseverança, para que, tendo cumprido a vontade de Deus, alcanceis a promessa. 
Pois ainda um pouco, de facto, um pouco apenas, e o que há-de vir, virá e não tardará.
O meu justo viverá pela fé, mas, se ele voltar atrás, a minha alma não encontrará nele satisfação. 
Nós, porém, não somos daqueles que voltam atrás para a perdição, mas homens de fé para a salvação da nossa alma. 


Evangelho segundo S. Marcos 4,26-34.

Naquele tempo, disse Jesus à multidão: «O Reino de Deus é como um homem que lançou a semente à terra. 
Quer esteja a dormir, quer se levante, de noite e de dia, a semente germina e cresce, sem ele saber como. 
A terra produz por si, primeiro o caule, depois a espiga e, finalmente, o trigo perfeito na espiga. 
E, quando o fruto amadurece, logo ele lhe mete a foice, porque chegou o tempo da ceifa.» 
Dizia também: «Com que havemos de comparar o Reino de Deus? Ou com qual parábola o representaremos? 
É como um grão de mostarda que, ao ser deitado à terra, é a mais pequena de todas as sementes que existem; 
mas, uma vez semeado, cresce, transforma-se na maior de todas as plantas do horto e estende tanto os ramos, que as aves do céu se podem abrigar à sua sombra.» 
Com muitas parábolas como estas, pregava-lhes a Palavra, conforme eram capazes de compreender. 
Não lhes falava senão em parábolas; mas explicava tudo aos discípulos, em particular. 



Da Bíblia Sagrada - Edição dos Franciscanos Capuchinhos - www.capuchinhos.org 





Comentário ao Evangelho do dia feito por : 

Beato John Henry Newman (1801-1890), presbítero, fundador do Oratório em Inglaterra 
Sermão «The Invisible World» PPS, vol. 4, n°13 

As parábolas do Reino

Tal é o Reino escondido de Deus: do mesmo modo que está agora escondido, assim será revelado no momento dado. Os homens pensam que são os donos do mundo e que podem fazer o que querem. [...] Na verdade, aparentemente «tudo permanece igual desde o início» e os trocistas perguntam: «Em que fica a promessa da Sua vinda?» (2P 3,4) Mas, no tempo designado, haverá uma «revelação dos filhos de Deus» e os santos escondidos «resplandecerão como o sol no Reino de Seu Pai» (Rm 8,19; Mt 13,43).


Quando os anjos apareceram aos pastores, aconteceu de repente. [...] A noite parecia ser igual a todas as outras noites, tal como a noite em que Jacob teve a sua visão parecia igual a todas as outras noites (Gn 28,11ss). Os pastores velavam os seus rebanhos e viam a noite passar, as estrelas seguiam o seu curso, era meia-noite; não pensavam em tal coisa quando o anjo lhes apareceu. Tais são o poder e a virtude escondidas no visível: manifestam-se quando Deus quer. [...]


Quem poderia conceber, dois ou três meses antes da Primavera, que a face da natureza, aparentemente morta, pudesse tornar-se tão esplêndida e variada? [...] O mesmo acontece com essa Primavera eterna que todos os cristãos esperam: ela virá, ainda que venha tarde. Esperemo-la, pois «O que há-de vir, virá e não tardará» (Heb 10,37). É por isso que dizemos em cada dia: «Venha a nós o Vosso reino», o que quer dizer: Senhor mostra-Te a nós; mostra-Te, «Tu que estás sentado sobre os querubins. Resplandece; mostra a Tua grandeza e vem em nosso auxílio» (cf Sl 80,2-3). A terra que vemos já não nos satisfaz: não é senão um princípio, uma promessa do que há-de vir. Mesmo no seu maior esplendor, coberta de todas as suas flores, quando mostra da maneira mais sedutora o que mantém escondido, mesmo assim não nos chega. Sabemos que há nela mais coisas do que as que vemos. [...] O que vemos não é senão a camada exterior dum reino eterno. É nesse reino que fixamos os olhos da nossa fé.

publicado por portucalia às 11:52

PORTUCÁLIA é um blog que demonstra para os nossos irmãos portugueses como o governo brasileiro é corrupto. Não se iludam com o sr. Lula.Textos literários e até poesia serão buscados em vários autores.
mais sobre mim
Fevereiro 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9



26


pesquisar
 
subscrever feeds
blogs SAPO