PORTUCÁLIA

Janeiro 22 2013
TERÇA-FEIRA, 22-01-2013, ANO 13, N.º 4742
Lindsay Sandiford (foto AP)
Britânica condenada a pena de morte por fuzilamento
Por Redação

Uma britânica de 56 anos foi condenada a pena de morte a tiro por traficar cocaína para o Bali, na Indonésia.

Lindsay Sandiford foi detida em maio depois de uma leitura de raio-x ter detetado, na sua mala, 4,8 quilogramas de cocaína na sua mala.

A mulher explicou em tribunal que foi forçada a fazer de correio de droga depois de um gangue a ter ameaçado de que faria mal à sua família.

A acusação indonésia pedia 15 anos de prisão para Lindsay, mas o tribunal sentenciou-a a pena de morte, por fuzilamento.
Um porta-voz do Governo britânico confirmou a pena, citado pelo jornal The Sun: «Podemos confirmar que uma cidadã britânica foi condenada a pena de morte na Indonésia. O Reino Unido opõe-se à pena de morte em quaisquer circunstâncias.»

O coletivo de juízes liderado por Amser Simanjuntak concluiu que a imagem do Bali está em causa e que o caso prejudicou o turismo na região e o programa governamental no combate ao tráfico de droga.

O valor estimado da droga apreendida é de 1,9 milhões de euros.
18:31 - 22-01-2013
publicado por portucalia às 19:22

Janeiro 22 2013

 

 

Hollywood has produced many films about gangsters. I recall here the movie Dillinger, Bonny and Clyde and the more recent "The Godfather" starring Al Pacino. Missing, however, a biopic that shows why Al Capone, an Italian-American became the greatest of all the bandits and headed an organization that brought death and terror Chicago in the decades of 20 and 30. This movie needs to be done as a study of the personality of Capone who directed their intelligence to Evil.

One director who could do very well this movie is the director of Django Livre, the now famous Tarantino. I hope I still watch this movie because in America there are many books that biografaram the largest organizer of American Mafia.

publicado por portucalia às 18:29

Janeiro 22 2013

Hollywood  já produziu muitos  filmes sobre gangsters.  Relembro aqui o filme Dillinger, o Bonny and Clide e mais recentemente  " O Poderoso Chefão"  com Al Pacino.  Falta, contudo, um filme biográfico que mostre porque  Al Capone, um ítalo-americano se tornou  o maior de todos os bandidos e chefiou uma organização que levou a morte e o terror na Chicago das décadas dos 20 e 30.  Este filme precisa ser feito  como um estudo da personalidade de Capone que dirigiu sua inteligência para o Mal.  Um diretor que poderia fazer muito bem este filme é o diretor de Django Livre, o já  famoso Tarantino.  Espero ainda assistir este filme porque nos Estados Unidos existem muitos livros que biografaram o maior organizador da Máfia americana.  

publicado por portucalia às 14:22

Janeiro 22 2013

Blogs e Colunistas

21/01/2013

 às 21:59

A perversão da religião – A estupidez de dois padres

Leio no Globo que o padre Julio Lancelotti — e um outro que pretende, pelo visto, disputar com ele o bastão DA ESTUPIDEZ  — protestou contra o programa do governo de São Paulo que permite a internação compulsória de viciados em crack, com a autorização da família ou a determinação de um juiz. O Ministério Público, a Justiça de São Paulo e a OAB acompanham a ação.

Leiam o que informa Gustavo Uribe. Volto mais tarde para perguntar em que altar se ajoelha esse tal Lancelloti. E não adianta ele me demonizar por aí porque não dou a mínima. Não acredito em praga de padre.

publicado por portucalia às 14:04

Janeiro 22 2013

O Exército francês, com apoio das forças armadas do Mali, entrou nesta segunda-feira Diabali e Duentza, duas cidades que estavam nas mãos dos islamitas, dando continuidade a sua ofensiva contra os grupos ligadas à Al-Qaeda que ocupam grande parte do Mali.

Os 2.000 soldados franceses da operação Serval que já estão mobilizados no Mali consolidaram suas posições em Niono e Sevare, dois pontos estratégicos centenas de quilômetros a nordeste de Bamako.

Nesta segunda-feira, após uma reunião extraordinária entre ministros, o governo anunciou a decisão de estender por três meses o estado de emergência, em vigor desde o dia 12 de janeiro, para "assegurar o bom desenvolvimento das operações militares para a libertação das regiões ocupadas do país".

publicado por portucalia às 13:58

Janeiro 22 2013

Terça-feira, dia 22 de Janeiro de 2013

Terça-feira da 2ª semana do Tempo Comum


Santo do dia : S. Vicente, diác., m., +304,  S. Vicente Pallotti, presb., fundador, +1850,  Beata Laura Vicunha, v., +1904 

Ver comentário em baixo, ou carregando aqui 
Papa Bento XVI: «O Filho do Homem até do sábado é Senhor»: a libertação trazida por Cristo 

Carta aos Hebreus 6,10-20.

Irmãos: Deus não é injusto, para esquecer as vossas obras e o amor que mostrastes pelo seu nome, pondo-vos ao serviço dos santos e servindo-os ainda agora. 
Desejamos, porém, que cada um de vós mostre o mesmo zelo para a plena realização da sua esperança até ao fim, 
de modo que não vos torneis preguiçosos, mas imiteis aqueles que, pela fé e pela perseverança, se tornam herdeiros das promessas. 
Quando Deus fez a promessa a Abraão, como não tinha ninguém maior por quem jurar, jurou por si mesmo, 
dizendo: Na verdade, Eu te abençoarei e multiplicarei a tua descendência. 
E assim, Abraão, tendo esperado com paciência, alcançou a promessa. 
Ora, os homens juram por alguém maior do que eles, e o juramento é para eles uma garantia que põe fim a toda a controvérsia. 
Por isso, querendo Deus mostrar mais claramente aos herdeiros da promessa que a sua decisão era imutável, interveio com um juramento, 
para que, graças a duas acções imutáveis, nas quais é impossível que Deus minta, encontrássemos grande estímulo, nós os que procurámos refúgio nele, agarrando-nos à esperança proposta. 
Nessa esperança temos como que uma âncora segura e firme da alma, que penetra até ao interior do véu 
onde Jesus entrou como nosso precursor, tornando-se Sumo Sacerdote para sempre, segundo a ordem de Melquisedec. 


Evangelho segundo S. Marcos 2,23-28.

Ora num dia de sábado, indo Jesus através das searas, os discípulos puseram-se a colher espigas pelo caminho. 
Os fariseus diziam-lhe: «Repara! Porque faz

em eles ao sábado o que não é permitido?» 
Ele disse: «Nunca lestes o que fez David, quando teve necessidade e sentiu fome, ele e os que estavam com ele? 
Como entrou na casa de Deus, ao tempo do Sumo Sacerdote Abiatar, e comeu os pães da oferenda, que apenas aos sacerdotes era permitido comer, e também os deu aos que estavam com ele?» 
E disse-lhes: «O sábado foi feito para o homem e não o homem para o sábado. 
O Filho do Homem até do sábado é Senhor.» 



Da Bíblia Sagrada - Edição dos Franciscanos Capuchinhos - www.capuchinhos.org 



Comentário ao Evangelho do dia feito por : 

Papa Bento XVI 
Exortação apostólica «Sacramentum caritatis» §72 (trad. © copyright Libreria Editrice Vaticana rev.) 

«O Filho do Homem até do sábado é Senhor»: a libertação trazida por Cristo

Esta novidade radical que a Eucaristia introduz na vida do homem revelou-se à consciência cristã desde o princípio; prontamente os fiéis compreenderam a influência profunda que a celebração eucarística exercia sobre o seu estilo de vida. Santo Inácio de Antioquia exprimia esta verdade designando os cristãos como «aqueles que chegaram à nova esperança», e apresentava-os como aqueles que vivem «segundo o domingo». Esta expressão do grande mártir antioqueno põe claramente em evidência a ligação entre a realidade eucarística e a vida cristã no seu dia-a-dia. O costume característico que os cristãos têm de se reunir no primeiro dia depois do sábado para celebrar a ressurreição de Cristo — conforme a narração do mártir São Justino — é também o dado que define a forma da vida renovada pelo encontro com Cristo. 


Mas a expressão de Santo Inácio — «viver segundo o domingo» — sublinha também o valor paradigmático que este dia santo tem para os restantes dias da semana. De facto, o domingo não se distingue com base na simples suspensão das actividades habituais, como se fosse uma espécie de parêntesis dentro do ritmo normal dos dias; os cristãos sempre sentiram este dia como o primeiro da semana, porque nele se faz memória da novidade radical trazida por Cristo. Por isso, o domingo é o dia em que o cristão reencontra a forma eucarística própria da sua existência, segundo a qual é chamado a viver constantemente; «viver segundo o domingo» significa viver consciente da libertação trazida por Cristo e realizar a própria existência como oferta de si mesmo a Deus, para que a Sua vitória se manifeste plenamente a todos os homens através duma conduta intimamente renovada.

publicado por portucalia às 13:50

PORTUCÁLIA é um blog que demonstra para os nossos irmãos portugueses como o governo brasileiro é corrupto. Não se iludam com o sr. Lula.Textos literários e até poesia serão buscados em vários autores.
mais sobre mim
Janeiro 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9





pesquisar
 
subscrever feeds
blogs SAPO