PORTUCÁLIA

Julho 13 2012

Fidelidade. Talvez não haja outra palavra para descrever melhor o que Dom Eugênio significou em minha vida. Fidelidade a Deus, à Igreja, ao Papa, às amizades, aos compromissos assumidos, à fé professada, aos princípios morais, à liturgia, à disciplina canônica, aos horários, à orientação dos médicos... A lista seria grande demais para elencar. Uma fidelidade que todos viam, que saltava aos olhos, que gritava sobre os tetos...

Mas o que talvez nem todos conhecessem era a alma desta fidelidade: o querer agradar a Deus em tudo e por tudo. Sim, mesmo que isto desagradasse aos homens; mesmo que isto desagradasse aos seus projetos pessoais e justas aspirações. Quem conviveu com Dom Eugênio pôde presenciar, no dia a dia, estas pequenas ou grandes violências que o Cardeal Sales fazia sobre si mesmo, para não desagradar a Deus.

Sua vida toda foi marcada por este drama interior que só os seus íntimos tiveram o privilégio de testemunhar. Uma dócil fidelidade à vontade de Deus, mesmo quando esta vontade se revestia da aparente irracionalidade da cruz.

Nos últimos anos de vida, Dom Eugênio viveu um verdadeiro calvário – seja por razões pessoais, familiares ou eclesiais. A todos que perguntavam se ele estava bem, se estava sofrendo ou se precisava de ajuda, Dom Eugênio respondia com frequência: “Eu estou muito bem. Meu Pai é bom! Ele pode tudo. Ele sabe tudo”. Confiança de um filho que deseja agradar ao Pai, mesmo quando não o compreende.

Na noite de ontem, Dom Eugênio, viveu a sua última Páscoa. Enquanto ele se apresenta diante de Deus, nós, seus filhos espirituais, temos o dever de sufragar sua alma e pedir ao Senhor que lhe conceda o descanso eterno. Mas, como quem conheceu de perto Dom Eugênio, sinto forte a tentação de dizer que, na verdade, as nossas orações serão usadas por Deus para outra finalidade. É bem possível que ele não as necessite e que esteja desde já ouvindo o convite do Pai bondoso, no qual tanto confiou: “Eia, servo bom e fiel, entra para a alegria do teu Senhor!” (Mt 25, 21).


publicado por portucalia às 17:33

Julho 13 2012

Fidelidade. Talvez não haja outra palavra para descrever melhor o que Dom Eugênio significou em minha vida. Fidelidade a Deus, à Igreja, ao Papa, às amizades, aos compromissos assumidos, à fé professada, aos princípios morais, à liturgia, à disciplina canônica, aos horários, à orientação dos médicos... A lista seria grande demais para elencar. Uma fidelidade que todos viam, que saltava aos olhos, que gritava sobre os tetos...

Mas o que talvez nem todos conhecessem era a alma desta fidelidade: o querer agradar a Deus em tudo e por tudo. Sim, mesmo que isto desagradasse aos homens; mesmo que isto desagradasse aos seus projetos pessoais e justas aspirações. Quem conviveu com Dom Eugênio pôde presenciar, no dia a dia, estas pequenas ou grandes violências que o Cardeal Sales fazia sobre si mesmo, para não desagradar a Deus.

Sua vida toda foi marcada por este drama interior que só os seus íntimos tiveram o privilégio de testemunhar. Uma dócil fidelidade à vontade de Deus, mesmo quando esta vontade se revestia da aparente irracionalidade da cruz.

Nos últimos anos de vida, Dom Eugênio viveu um verdadeiro calvário – seja por razões pessoais, familiares ou eclesiais. A todos que perguntavam se ele estava bem, se estava sofrendo ou se precisava de ajuda, Dom Eugênio respondia com frequência: “Eu estou muito bem. Meu Pai é bom! Ele pode tudo. Ele sabe tudo”. Confiança de um filho que deseja agradar ao Pai, mesmo quando não o compreende.

Na noite de ontem, Dom Eugênio, viveu a sua última Páscoa. Enquanto ele se apresenta diante de Deus, nós, seus filhos espirituais, temos o dever de sufragar sua alma e pedir ao Senhor que lhe conceda o descanso eterno. Mas, como quem conheceu de perto Dom Eugênio, sinto forte a tentação de dizer que, na verdade, as nossas orações serão usadas por Deus para outra finalidade. É bem possível que ele não as necessite e que esteja desde já ouvindo o convite do Pai bondoso, no qual tanto confiou: “Eia, servo bom e fiel, entra para a alegria do teu Senhor!” (Mt 25, 21).


publicado por portucalia às 17:30

Julho 13 2012

Microsoft já confirmou a data delançamento para Windows 8. O novo sistema operativo de Redmond estará nas lojas em outubro de 2012, exatamente três anos depois da comercialização de Windows 7. 

O anuncio foi realizado por Tami Reller, máximoresponsável de Windows. A versão para fabricantes se distribuirá em agosto , enquanto os clientes finais poderão comprar apartir de outubro. 
A aposta da Microsoft por seu novo sistema operativo é forte.Querem que os mais de 600 milhões de usuários de Windows7 (mais os que usam Vista e XP)atualizem seus computadores. Por isso anunciaram uma promoção de lançamento (desde outubro até final de janeiro de 2013) que permitirá decarregar e instalar o novo sistema por 40 dólares. Os que preferirem o método mais tradicional poderão comprar, durante o periodo de promoção, o DVD por 70 dólares. 
Segundo Microsof, poderão atualizar para Windows 8 os usuários dos três sistemas operativos prévios (7, Vista e XP). Os que possuem o Windows 7 poderão conservar todo o sistema (aplicações e preferências) os que possuem Windows Vista sua configuração pessoal e o Windows XP , ao que parece, somente os arquivos.

publicado por portucalia às 16:50

Julho 13 2012

Sexta-feira, dia 13 de Julho de 2012

Sexta-feira da 14ª semana do Tempo Comum


Santo do dia : 
Santos Henrique II, imperador (+1024) e Cunegundes, sua esposa (+1033),  Santa Teresa de Jesus dos Andes, virgem, +1920 

Ver comentário em baixo, ou carregando aqui 
São Vicente de Paulo : «Não sereis vós a falar, mas o Espírito do vosso Pai é que falará por vós» 

Livro de Oseias 14,2-10.

Assim fala o Senhor: «Volta, Israel, ao Senhor teu Deus, porque caíste por causa dos teus pecados. 
Tomai convosco palavras de arrependimento. E voltai ao SENHOR, dizendo-lhe: «Perdoa todos os nossos pecados, e acolhe favoravelmente o sacrifício que oferecemos, a homenagem dos nossos lábios. 
A Assíria não nos salvará; não montaremos a cavalo, e nunca mais chamaremos nosso Deus a uma obra das nossas mãos, pois só junto de ti o órfão encontra compaixão.» 
Curarei a sua infidelidade, amá-los-ei de todo o coração, porque a minha cólera se afastou deles. 
Serei para Israel como o orvalho: florescerá como um lírio e deitará raízes como um cedro do Líbano. 
Os seus ramos estender-se-ão ao longe, a sua opulência será como a da oliveira, o seu perfume como o odor do Líbano. 
Regressarão os que habitavam à sua sombra; renascerão como o trigo, darão rebentos como a videira e a sua fama será como a do vinho do Líbano. 
Efraim, que tenho Eu ainda a ver com os ídolos? Sou Eu quem responde e olha por ele. Eu sou como um cipreste sempre verdejante; é de mim que procede o teu fruto. 
Quem é sábio para compreender estas coisas, inteligente para as conhecer? Porque os caminhos do SENHOR são rectos, os justos andarão por eles, mas os pecadores tropeçarão neles. 


Evangelho segundo S. Mateus 10,16-23.

Naquele tempo, disse Jesus aos seus Apóstolos: «Envio-vos como ovelhas para o meio dos lobos. Portanto, sede, pois, prudentes como as serpentes e simples como as pombas. 
Tende cuidado com os homens: hão-de entregar-vos aos tribunais e açoitar-vos nas suas sinagogas; 
sereis levados perante governadores e reis, por minha causa, para dar testemunho diante deles e dos pagãos. 
Mas, quando vos entregarem, não vos preocupeis nem como haveis de falar nem com o que haveis de dizer; nessa altura, vos será inspirado o que tiverdes de dizer. 
Não sereis vós a falar, mas o Espírito do vosso Pai é que falará por vós. 
O irmão entregará o seu irmão à morte, e o pai, o seu filho; os filhos hão-de erguer se contra os pais e hão-de causar-lhes a morte. 
E vós sereis odiados por todos, por causa do meu nome. Mas aquele que se mantiver firme até ao fim será salvo. 
Quando vos perseguirem numa cidade, fugi para outra. Em verdade vos digo: Não acabareis de percorrer as cidades de Israel, antes de vir o Filho do Homem.» 



Da Bíblia Sagrada - Edição dos Franciscanos Capuchinhos - 
www.capuchinhos.org 



Comentário ao Evangelho do dia feito por : 

São Vicente de Paulo (1581-1660), presbítero, fundador de comunidades religiosas 
Conversa de 21/03/1659 

«Não sereis vós a falar, mas o Espírito do vosso Pai é que falará por vós»

Nosso Senhor Jesus Cristo pede-nos a simplicidade duma pomba, que consiste em dizer as coisas com simplesmente, tal como as pensamos, sem reflexões inúteis, e agir com franqueza, sem disfarces nem artifícios, olhando só para Deus; para isso, cada um de nós esforçar-se-á por fazer tudo nesse mesmo espírito de simplicidade, lembrando-se de que Deus gosta de Se comunicar aos simples e de lhes revelar os Seus segredos, que esconde aos sábios e aos entendidos do mundo (Mt 11,25). Mas, ao mesmo tempo que Jesus nos recomenda a simplicidade das pombas, manda-nos ser prudentes como as serpentes, o que é uma virtude que nos faz falar e agir com descrição. [...]


Quando disse aos apóstolos que os enviava como ovelhas para o meio dos lobos, Nosso Senhor disse-lhes que tinham de ser simultaneamente prudentes como as serpentes e simples como as pombas. Depois acrescentou: «Tende cuidado com os homens: hão-de entregar-vos aos tribunais [...]  por Minha causa. [...] Mas, quando vos entregarem, não vos preocupeis com o que haveis de dizer». Fala em primeiro lugar da prudência e depois da simplicidade; a primeira é para irem como ovelhas para o meio dos lobos, onde corriam o risco de ser maltratados. «Sede, pois prudentes» diz-lhes, «estai atentos e, no entanto, sede simples». «Tende cuidado com os homens»: cuidai de vós segundo a prudência; mas, se fordes levados à presença dos juízes, não vos preocupeis com o que haveis de dizer. É isto a simplicidade. Vede como Nosso Senhor une as duas virtudes de forma que as pratiquemos nas mesmas ocasiões; recomenda-nos que as usemos igualmente e faz-nos ver que a prudência e a simplicidade ligam bem uma com a outra, quando são bem entendidas.

publicado por portucalia às 16:29

PORTUCÁLIA é um blog que demonstra para os nossos irmãos portugueses como o governo brasileiro é corrupto. Não se iludam com o sr. Lula.Textos literários e até poesia serão buscados em vários autores.
mais sobre mim
Julho 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
14

20
21

25



pesquisar
 
subscrever feeds
blogs SAPO