PORTUCÁLIA

Junho 06 2012

Após a morte de Luís XIV, a fúria do jogo, uma paixão pelo teatro, festas de luxo, prazer e devassidão, a nova filosofia, a arte da maquiagem envolvidos na afirmação de uma cultura do prazer , cuja licenciosidade dos costumes é o motor. A lei moral, atitudes, estruturas de pensamento imposta pelo colapso Igreja ... se encaixa no Palais Royal, em Versalhes e, em seguida, "o ar fresco de deboche", que "severamente" misto orgias de lixo, e impiedades . O cinismo, a crueldade perversão, que mostrou os senhores fazer amor um jogo onde a busca do prazer é misturado com vaidade, para a fúria de conquista.

 

Quais são as conseqüências dessa libertinagem aristocrático em toda a sociedade? Que parte da sociedade burguesa leva no desejo de prazer? Que outras imagens do amor de virtude que se opõe à infidelidade generalizada?

Este livro vai preparar o estado de licenciosidade com o Iluminismo. Ela irá destacar sua importância na evolução dos costumes da sociedade francesa. Ele vai questionar a libertinagem imagens deixou em nossa cultura, comparando-se a busca do prazer sob o antigo regime para a busca atual por prazer.

Patrick Wald Lasowski - primeiras ediçõe

publicado por portucalia às 23:00

Junho 06 2012

Avião solar completa primeiro voo intercontinental
06.06.2012
Teresa Firmino

O piloto suíço Bertrand Piccard acaba de completar o primeiro voo intercontinental da história num avião solar, sem usar uma gota de combustível. Na última escala, o avião que pilotou, o Solar Impulse, descolou de Madrid, para ao fim de 19 horas de voo aterrar esta terça-feira em Rabat, Marrocos. Eram 23h25 locais (a mesma hora em Lisboa).

Bertrand Piccard, de 54 anos, médico de formação, faz parte de uma família com uma longa tradição de exploradores e cientistas. O seu avô, Auguste Piccard, inventou na década de 1940 o batíscafo, primeiro submersível do mundo, que em 1960 seria utilizado no primeiro mergulho ao local mais fundo dos oceanos, a Fossa das Marianas, no Pacífico – a bordo ia o pai de Bertrand, o oceanógrafo Jacques Piccard, além do tenente norte-americano Don Walsh.

publicado por portucalia às 22:48

Junho 06 2012

Quarta-feira da 9ª semana do Tempo Comum


Santo do dia : São Norberto, bispo (Padroeiro da Boémia), +1134,  São Marcelino Champagnat, presbítero, fundador, 1840 

Ver comentário em baixo, ou carregando aqui 
Cardeal Joseph Ratzinger : «Creio na ressurreição dos mortos e na vida do mundo que há-de vir» (Credo) 

Evangelho segundo S. Marcos 12,18-27.

Naquele tempo, vieram ter com Jesus alguns saduceus, que negam a ressurreição, e interrogaram-no: 
«Mestre, Moisés prescreveu-nos que se morrer o irmão de alguém, deixando a mulher e não deixando filhos, seu irmão terá de casar com a viúva para dar descendência ao irmão. 
Ora havia sete irmãos, e o primeiro casou e morreu sem deixar filhos. 
O segundo casou com a viúva e morreu também sem deixar descendência, e o mesmo aconteceu ao terceiro; 
e todos os sete morreram sem deixar descendência. Finalmente, morreu a mulher. 
Na ressurreição, de qual deles será ela mulher? Porque os sete a tiveram por mulher.» 
Disse Jesus: «Não andareis enganados por desconhecer as Escrituras e o poder de Deus? 
Quando ressuscitarem de entre os mortos, nem eles se casarão, nem elas serão dadas em casamento, mas serão como anjos no Céu. 
E acerca de os mortos ressuscitarem, não lestes no livro de Moisés, no episódio da sarça, como Deus lhe falou, dizendo: Eu sou o Deus de Abraão, o Deus de Isaac e o Deus de Jacob? 
Não é um Deus de mortos, mas de vivos. Andais muito enganados.» 

publicado por portucalia às 22:29

Junho 06 2012

Tradução de Bocage






A cigarra e a formiga (Projeto Gutenberg)



Tendo a cigarra em cantigas
Passado todo o verão
Achou-se em penúria extrema
Na tormentosa estação.
Não lhe restando migalha
Que trincasse, a tagarela
Foi valer-se da formiga,
Que morava perto dela.
Rogou-lhe que lhe emprestasse,
Pois tinha riqueza e brilho,
Algum grão com que manter-se
Até voltar o aceso estio.
- "Amiga", diz a cigarra,
- "Prometo, à fé d'animal,
Pagar-vos antes d'agosto
Os juros e o principal."
A formiga nunca empresta,
Nunca dá, por isso junta.
- "No verão em que lidavas?"
À pedinte ela pergunta.
Responde a outra: - "Eu cantava
Noite e dia, a toda a hora."
- "Oh! bravo!", torna a formiga.
- "Cantavas? Pois dança agora!"
publicado por portucalia às 00:15

Junho 06 2012

Akira Kurosawa  (23 de março de 1910, Tóquio, Japão – 06 de setembro de 1998, Tóquio, Japão) foi um cineasta japonês. É o mais conhecido  dentre todos os diretores daquele país, sendo, na verdade, muito mais popular fora do Japão. Filho de um oficial do exército, Kurosawa estudou artes, optando pelo cinema como um meio de subsistência. Kurosawa entrou na indústria do cinema em 1936 como assistente de direção de Kajiro Yamamoto, antes de sua estréia na direção com o filme Sanshiro Sugata de 1943, sobre a luta pela supremacia entre adeptos de judô e do jiu-jitsu no século XIX, trabalho que impressionou o governo militar a ponto de que se filmasse uma sequencia (Sanshiro Sugata Parte II).

 

Após a Segunda Guerra Mundial, a carreira de Kurosawa ganhou em prestígio com uma série de filmes de todos os gêneros, de thrillers de crimes a dramas de época – entre estes últimos, seu Rashomon (1951) se tornou seu primeiro filme a fazer sucesso em meio ao público ocidental, e ao mesmo tempo introduziu o ator Toshiro Mifune aos espectadores ocidentais (sua primeira colaboração com Mifune ocorrera três anos antes, com Yoidore Tenshi (O Anjo Embrigado) e ambos fariam mais 16 filmes juntos nas próximas décadas). É em Os Sete Samurais, de 1954, no entanto, que obteve o maior impacto com um de seus filmes fora de seu país, ganhando o prêmio máximo do Festival de Cinema de Veneza.

Em mais uma colaboração com Mifune, lança outro clássico, A Fortaleza escondida (Kakushi toride no san akunin) em 1958. A essa altura, cineastas americanos e europeus começaram a tomar a obra de Kurosawa como fonte para o seu próprio trabalho: Rashomon foi refeito como The Outrage (um western de 1964, estrelando Paul Newman e William Shatner), enquanto Yojimbo, de 1961, foi refeito pelo diretor italiano Sergio Leone como Por um punhado de Dólares (1964). Os Sete Samurais (1954) serviu de base para o diretor John Sturges compor The Magnificent Seven, em 1960 (que havia sido o título original do filme de Kurosawa (no Brasil, lançado como Sete Homens e um Destino). O remake norte-americano, aliás, fez mais sucesso no Japão do que o original de Kurosawa. 

publicado por portucalia às 00:02

PORTUCÁLIA é um blog que demonstra para os nossos irmãos portugueses como o governo brasileiro é corrupto. Não se iludam com o sr. Lula.Textos literários e até poesia serão buscados em vários autores.
mais sobre mim
Junho 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9


19
22



pesquisar
 
subscrever feeds
blogs SAPO