PORTUCÁLIA

Abril 28 2012

Pare o seu olhar sobre esta paisagem. O que está vendo ? Tarsila enfatiza os negros, as árvores tortas, as casas tão coloridas como nos morros do Rio de Janeiro. Atente para a festa de cores. Não sei o nome deste quadro da pintora paulista, mas ele é um dos seus maiores. Assim vejo. ARA

publicado por portucalia às 01:02

Abril 28 2012

Comentário :  Publicarei no meu blog trechos de livros que formaram gerações.  As Meditações do Imperador romano Marco Aurélio é um destes clássicos.  Foi traduzido para muitas línguas e nas escolas do primeiro mundo a leitura das Meditações é obrigatória.  Começarei com o Livro I e o Hino de Cleantes que Marco Aurélio escreveu na Introdução do livro.  Ele usa o hino escrito por Cleanthes  que viveu entre 331-232 A.C. que considerava o universo como um SER VIVO e o  SOL  como o coração desse Ser.  A leitrura desse hino lembra um Deus Único e sua indicação como Arquiteto é  a forma como os maçons se referem a Deus como Arquiteto do Universo. É também muito interessante a indicação dos variados nomes deste Deus pois tanto os Judeus como os Árabes indicam nois seus livros sagrados, a Bíblia e o Alcorão, que Deus tem muitos nomes.   Deixo Você na leitura do Hino que para mim pode ser até  usado como uma Oração. Pretendo amanhã, dia  28, colocar trechos  do Livro I das Meditações.  Elas merecem ser lidas e guardadas no nossos corações e na nossa memória.  A.R. de Almeida

 

 

O HINO DE CLEANTHES

 

 

ALTÍSSIMA GLÓRIA DA COMPANHIA DOS CÉUS

,SENHOR DE VARIADO NOME. ETERNO E PERPÉTUO SEJA O TEU PODER

!ABENÇOADO SEJAS,Ó GRANDE ARQUITECTO DA CRIAÇÃO,QUE ORDENAS TODAS AS COISAS SEGUNDO AS TUAS LEIS

!EVOCAR O TEU NOMEÉ PRÓPRIO E JUSTO PARA O MORTAL,POIS SOMOS NASCIDOS DE TI;SIM, E A NÓS, SÓ A NÓSDE ENTRE TUDO O QUE VIVE E SE MOVE SOBRE A TERRA,É CONCEDIDA A VOZ E A PALAVRA

.CANTAR-TE-EI, POIS, LOUVORES, AGORA

!GLORIFICAREI, POIS, AGORA E PARA SEMPRE, O TEU PODER

publicado por portucalia às 00:34

Abril 27 2012

A ASSEMBLÉIA DOS RATOS


A ASSEMBLÉIA DOS RATOS - Fábula de ESOPO - Fabulista grego do século VI a.C. -

Era uma vez uma colônia de ratos, que viviam com medo de um gato. Resolveram fazer uma assembléia para encontrar um jeito de acabar com aquele transtorno. Muitos planos foram discutidos e abandonados. No fim, um jóvem e esperto rato levantou-se e deu uma excelente idéia:

-Vamos pendurar uma sineta no pescoço do gato e assim, sempre que ele estiver por perto ouviremos a sineta tocar e poderemos fugir correndo. Todos os ratos bateram palmas; o problema estava resolvido. Vendo aquilo, um velho rato que tinha permanecido calado, levantou-se de seu canto e disse:

- O plano é inteligente e muito bom. Isto com certeza porá fim à nossas preocupações. Só falta uma coisa: quem vai pendurar a sineta no pescoço do gato?
APLICAÇÃO :  transporte esta fábula para a vida política de Brasília e seus  ratos-políticos.  Será que eles têm medo de alguma coisa ou de Alguém ?  Parece que não !  Eles só têm medo quando vem uma dor nas coronárias e eles sam correndo de avião para São Paulo e seus preciosos corações são tratados por aquele famoso médico.  Quando fazem uma angiop-lastia o RATO MAIOR  vai visitá-los e os jornais do dia seguinte estampa a fotografia do ratinho acamado sorrindo com o sr.  RATÃO.  advinhe se for capaz a quem se aplica esta fábula. 
publicado por portucalia às 23:10

Abril 27 2012

Histórias em quadrinhos como método para missionar o Islã (da'wa)?

Isso. Há um ano, a Universidade de Harvard promoveu um workshop para ensinar artistas de histórias em quadrinhos como abordar o "desconforto dos americanos em relação ao Islã e ao Oriente Médio". E durante esta semana, a Universidade de Georgetown levará ao ar um documentário da PBS, Wham! Bam! Islã!, enaltecendo um gibi chamado Os 99.

Os 99 parece inócuo. Adweek descreve seu tópico como "uma equipe de super-heróis multinacionais [que] se unem para combater as forças do mal". O canal infantil americano Hub, da TV a cabo, explica mais detalhadamente que

islagibi3"Os 99, criado pelo destacado especialista em Oriente Médio e psicólogo clínico Dr. Naif al-Mutawa (foto) [é composto de] super-heróis como personagens que devem trabalhar juntos a fim de maximizar seus poderes. Cada membro do Os 99 personifica um dos 99 valores universais, tais como sabedoria, compaixão, força ou fidelidade e são oriundos de 99 diferentes países de sete continentes. Os super-heróis da série retratam personagens projetados para serem exemplos positivos, representando diversas culturas que trabalham juntas para promover paz e justiça".

Quem pode não concordar com "valores universais… que representam diversas culturas"?

Mas um olhar mais atento revela a natureza islâmica do gibi. O título, 99, refere-se ao conceito do Islã queDeus tem 99 nomes, cada um aparece no Alcorão e personifica algum dos atributos de Seu caráter: o Misericordioso, o Compassivo, o Benevolente, o Sagrado e a Fonte da Paz, mas igualmente o Vingador, o que Causa Preocupações e o Criador da Morte.

islagibi2O gibi, produzido por Teshkeel Media Group do Kuwait, relata um conto em parte fatual, em parte imaginário, que começa em 1258 d.C., quando os Mongóis cercaram Bagdá. Os bibliotecários pelo jeito conservaram a sabedoria da principal biblioteca da cidade codificando-a em 99 jóias que se espalharam pelo mundo. Os heróis têm que encontrar essas "jóias do poder" antes que um arqui-inimigo o faça. Cada um deles é um muçulmano comum que, através do contato com a jóia, adquire poderes super-humanos e representa um dos 99 atributos de Deus.

Todos os super-heróis são muçulmanos (isto é, nenhum cristão, judeu, hindu ou budista), alguns vêm de países ocidentais como os Estados Unidos e Portugal. Os vilões, ao contrário, são acima de tudo não-muçulmanos.

Al-Mutawa descreve objetivos contraditórios para Os 99. Às vezes, insiste "não estou querendo converterninguém". Dessa maneira, espera ele, que "as crianças judias achem que os 99 personagens são judeus, as crianças cristãs achem que são cristãos, as crianças muçulmanas achem que são muçulmanos e as crianças hindus achem que são hindus".

Outras vezes ele diz que planejou a série concluindo que "o mundo árabe precisa de ídolos". Ele almejava desenvolver "um novo elenco de super-heróis para as crianças do mundo islâmico" e esperava que seu trabalho "pudesse muito bem ajudar a salvar uma geração" de muçulmanos. Ele até acredita que seus personagens de quadrinhos possam "salvar a reputação do islamismo". De fato, as discussões em torno do Os 99 enfatizam seu componente islâmico. New York Times observa que seus super-heróis têm "especificamente como meta jovens leitores muçulmanos e se centram nas virtudes muçulmanas". O Times (Londres) descreve como missão da série incutir gradualmente "valores islâmicos antiquados em crianças cristãs, judias e atéias".

islagibi4

publicado por portucalia às 22:49

Abril 27 2012

O Impostômetro da Associação Comercial de São Paulo (ACSP) atingirá na quarta-feira (2), após o feriado prolongado, a marca de R$ 500 bilhões em tributos federais, estaduais e municipais pagos pelos brasileiros no ano desde 1.º de janeiro. No ano passado, de acordo com nota distribuída à imprensa pela associação, a mesma quantia foi arrecadada até o dia 4 de maio - dois dias mais tarde.

Para o presidente da ACSP, Rogério Amato, o atual movimento de redução dos juros bancários, iniciado neste mês por instituições públicas e seguido por bancos privados, pode levar também a um processo de diminuição da arrecadação fiscal. "Espero que, com a queda dos juros nos bancos privados e públicos, também os impostos sejam diminuídos para turbinar a economia e, assim, favorecer os consumidores", afirmou, em nota.

O Impostômetro foi lançado pela associação em 20 de abril de 2005. No passado, registrou uma arrecadação recorde de R$ 1,5 trilhão. O levantamento considera os tributos arrecadados pelas três esferas de governo: impostos, taxas e contribuições, incluindo as multas, juros .

 

COMENTO :  E o pior nist0o tudo é que o governo não aplica nem um décimo desta dinheirama em benefícios ao povo, seja na saúde, na segurança e nas estradas.  Pobre Brasil e coitados destes brasileiros  

publicado por portucalia às 22:39

Abril 27 2012

Sexta-feira, dia 27 de Abril de 2012 Sexta-feira da 3ª semana da Páscoa Santo do dia

: Santa Zita, virgem, +1278, S. Pedro Canísio, presbítero, doutor da Igreja, +1597 Ver comentário em baixo, ou carregando aqui Bem-aventurada Teresa de Calcutá :

 

 

Da Bíblia Sagrada - Edição dos Franciscanos Capuchinhos - www.capuchinhos.org Comentário ao Evangelho do dia feito por : Bem-aventurada Teresa de Calcutá (1910-1997), fundadora das Irmãs Missionários da Caridade Jesus, a Palavra, cap. 6 «Quem come a Minha carne e bebe o Meu sangue fica a morar em Mim e Eu nele» Com que ternura nos fala Jesus quando Se oferece aos Seus na Sagrada Comunhão: «A Minha carne é uma verdadeira comida e o Meu sangue uma verdadeira bebida. Quem realmente come a Minha carne e bebe o Meu sangue fica a morar em Mim e Eu nele». Que mais poderia dar-me o meu Jesus que o Seu corpo em alimento? Não, Deus não poderia ter feito mais, nem revelar-me maior amor. A Sagrada Comunhão, como a própria palavra o diz, é a união íntima de Jesus com a nossa alma e o nosso corpo. Se queremos ter a vida e possuí-la de maneira mais abundante, temos de viver do corpo de Nosso Senhor. Efectivamente, os santos compreenderam-no tão bem que passavam horas em preparação e mais ainda em acção de graças. Quem poderá explicá-lo? «Oh, que profundidade de riqueza, de sabedoria e de ciência é a de Deus! Como são insondáveis as Suas decisões, exclama Paulo, e impenetráveis os Seus caminhos! Quem conheceu o pensamento do Senhor? (Rm 11,33-34). Quando acolheis Cristo no vosso coração após a fracção do Pão Vivo, lembrai-vos do que Nossa Senhora terá sentido enquanto o Santo Espírito a envolvia na Sua sombra, e que Ela, que era cheia de graça, recebeu o corpo de Cristo (Lc 1,26ss). O Espírito era tão forte nela que de imediato «levantou-se à pressa» (v. 39) para ir servir.

publicado por portucalia às 18:53

Abril 26 2012

The Economist

torna para a campanha presidencial francesa e tomaOU  uma posição clara contra a François Hollande. No final de março, ele escreveu  uma França em negação . A acusação de seu editorial está fazendo desta vez contra o candidato socialista, considerado "bastante perigoso" para a França e para a Europa.

Para pensar, François Hollande, é "hostil às mudanças estruturais que melhorem a competitividade" . O que poderia "comprometer a disposição dos países europeus para prosseguir reformas dolorosas essenciais para a sobrevivência do euro."

O jornal considera que as respostas à crise provocada pelo socialista são "pobres" , dada a gravidade da situação e enquanto "alguns vizinhos europeus já lançaram reformas reais" . "Fala-se muito de justiça social, mas muito pouca necessidade de criar riqueza " , ele observa, por exemplo.

publicado por portucalia às 22:05

Abril 26 2012

Seis ministros votaram pela constitucionalidade das cotas raciais: Ricardo Lewandowski, Luiz Fux, Rosa Weber, Cármen Lúcia, Joaquim Barbosa e Cezar Peluso. Quatro ministros ainda vão votar. O ministro Dias Toffoli não participa do julgamento porque deu parecer a favor das cotas quando era advogado-geral da União. Os ministros, embora tenham votado a favor das cotas para as minoriais raciais estão temerosos que isto vá gerar nas universdades um conflito racial entre  os alunos da raça branca e os das demais etniais.   Não há dúvidas que o projeto sempre teve um viés populista.  

publicado por portucalia às 21:52

Abril 26 2012

Em abril de 2008, o jornal O Globo, do Rio, ajudou a entender Lula um pouco melhor. Publicou o artigo “Lula, o pelego”, do professor Francisco Weffort, fundador do PT e secretário-geral do partido de 1984 a 1988. Ele relatou uma viagem internacional na qual acompanhou Lula na década de 80. Um dirigente sindical metalúrgico foi agressivo com Lula na Alemanha. Estava furioso porque enviara dinheiro a São Bernardo do Campo (SP), mas não recebera qualquer prestação de contas do sindicato comandado por Lula. Já naquela época, Lula se desvencilhou do problema. Não sabia de nada.

Na mesma viagem, o mesmo constrangimento voltaria se repetir nos Estados Unidos. Sindicalistas norte-americanos igualmente não teriam recebido a prestação de contas de um dinheiro encaminhado ao Sindicato dos Metalúrgicos de São Bernardo do Campo, berço político de Lula. Novamente Lula desconversou e fez que não era com ele. Francisco Weffort saiu da direção do PT em 1989, e desligou-se do partido em 1995. Trecho do artigo:

“Até então era difícil imaginar que um partido tão afinado com o discurso da moral e da ética pudesse aninhar o ovo da serpente. Minha dúvida atual é a seguinte: será que a leniência do governo Lula em face da corrupção não tem raízes anteriores ao próprio governo? A propensão para tais práticas não teria origem mais antiga, no meio sindical onde nasceu o PT e a atual ‘república sindicalista’?”.

É possível que jamais saibamos a resposta. Mas ao final da leitura uma possibilidade nos assalta: no espaço de uma ou duas décadas, quando o livro de Ivo Patarra for consultado, seus hipotéticos leitores talvez perguntem, qual Donas Elviras abobalhadas: como eles chegaram ao poder e lá permaneceram por tanto tempo? A resposta, hoje, inclui não somente o bom período econômico vivido pelo país, fruto principalmente do governo que antecedeu Lula, mas também a oposição inepta, o Judiciário moroso e senil, o Legislativo conivente – e o promíscuo imperativo da Lei de Gérson, único irresistível dever da maior parte dos nossos políticos.     

Ouvindo mais uma vez a ária de Mozart, percebo que há algo de melancólico na cena, pois toda insaciabilidade é, no fundo, um caso patológico. A justiça dos mortos se encarregará, no final da ópera, de purgar a desolação de Dona Elvira, eliminando o deletério Don Giovanni. Quanto ao catálogo de Ivo Patarra, este não nos permite nenhuma melancolia, pois a denúncia dos crimes de uma quadrilha que se enraíza cada dia mais nos escaninhos do governo – centenas de homens movidos pela cobiça – inocula em nós um único desejo: que Nêmesis não seja apenas um mito, e que ela ressurja para cumprir seu papel, vingar os crimes e punir a hybris humana, ou seja, o crime do excesso, da desmedida, o ultraje e a arrogância que se acreditam intocáveis, acima de todos os mortais. 

 

publicado por portucalia às 17:28

Abril 26 2012

Pacientes de câncer no intestino que tomam aspirina podem reduzir em um terço o risco de morrer por causa da doença, acreditam especialistas.  Mas eles dizem ser muito cedo para concluir que o medicamento deveria ser ministrado regularmente a pacientes. 

Outros estudos já apontaram para benefícios do analgésico no tratamento de outros tipos de câncer. Mas a droga também pode ter indesejáveis e perigosos efeitos, causando irritação estomacal e hemorragia interna em alguns pacientes.

O estudo, publicado pelo British Journal of Cancer, examinou 4.500 pacientes na Holanda. Todos receberam baixas doses diárias de aspirina - 80mg ou menos - dose também é recomendado a pessoas com doenças cardíacas.

No estudo, que levou quase uma década, um quarto dos pacientes não usaram aspirina, um quarto apenas usou aspirina depois de ser diagnosticado com câncer e a metade restante tomou aspirina antes e depois do diagnóstico.

publicado por portucalia às 17:18

PORTUCÁLIA é um blog que demonstra para os nossos irmãos portugueses como o governo brasileiro é corrupto. Não se iludam com o sr. Lula.Textos literários e até poesia serão buscados em vários autores.
mais sobre mim
Abril 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9

17
20
21

22
23
24

29


pesquisar
 
subscrever feeds
blogs SAPO