PORTUCÁLIA

Setembro 25 2012

erça-feira, dia 25 de Setembro de 2012

Terça-feira da 25ª semana do Tempo Comum


Santo do dia : S. Firmino, bispo, mártir, séc. III 

Ver comentário em baixo, ou carregando aqui 
Papa Bento XVI: «Minha mãe e Meus irmãos são aqueles que ouvem a Palavra de Deus e a põem em prática» 

Livro de Provérbios 21,1-6.10-13.

O coração do rei é como água corrente nas mãos do Senhor, Ele o dirigirá para onde quiser. 
Os caminhos do homem parecem-lhe sempre rectos, mas é o Senhor quem pesa os corações. 
A prática da justiça e da equidade é mais agradável ao Senhor que os sacrifícios. 
Olhares altivos, coração soberbo: a lâmpada dos ímpios é o pecado. 
Os projectos do homem diligente têm êxito, mas quem se precipita cai certamente na ruína. 
Os tesouros adquiridos pela mentira são vaidade passageira e laço de morte. 
A alma do ímpio deseja o mal; não terá compaixão do seu próximo. 
Com o castigo do insolente, o ingénuo ficará mais sábio; quando se adverte o sábio, ele adquire mais saber. 
O justo está atento à família do ímpio, e precipita os maus na desventura. 
Aquele que se faz surdo ao clamor do pobre, também um dia clamará e não será ouvido.


Evangelho segundo S. Lucas 8,19-21.

Naquele tempo, vieram ter com Jesus sua mãe e seus irmãos, mas não podiam aproximar-se por causa da multidão. 
Anunciaram-lhe: «Tua mãe e teus irmãos estão lá fora e querem ver-te.» 


Mas Ele respondeu-lhes: «Minha mãe e meus irmãos são aqueles que ouvem a Palavra de Deus e a põem em prática.» 



Da Bíblia Sagrada - Edição dos Franciscanos Capuchinhos - www.capuchinhos.org 



Comentário ao Evangelho do dia feito por : 

Papa Bento XVI 
Discurso de 26/02/2009 ao clero da diocese de Roma 

«Minha mãe e Meus irmãos são aqueles que ouvem a Palavra de Deus e a põem em prática»

Realmente Maria é a mulher da escuta: vemo-lo no encontro com o Anjo (Lc 1,26ss) e vemo-lo de novo em todas as cenas da sua vida, desde as bodas de Caná, até à cruz e até ao dia do Pentecostes. [...] Já no momento da Anunciação podemos captar a atitude de escuta: uma escuta verdadeira, uma escuta que é interiorizada, que não se limita a dizer sim mas que assimila a Palavra, que toma a Palavra, à qual se segue a verdadeira obediência, porque a Palavra foi interiorizada, isto é, tornou-se Palavra em mim e para mim. [...] Assim a Palavra torna-se encarnação.


Vemos o mesmo no Magnificat. Sabemos que é um tecido feito de palavras do Antigo Testamento. Vemos que Maria é realmente uma mulher da escuta, que conhecia a Escritura no seu coração. Não conhecia apenas alguns textos, mas identificava-se a tal ponto com a Palavra, que as palavras do Antigo Testamento se tornaram, sintetizadas, um cântico no seu coração e nos seus lábios. Vemos que a sua vida estava realmente imbuída da Palavra; tinha entrado na Palavra, tinha-a assimilado, e a Palavra tinha-se tornado vida nela, transformando-se depois de novo em Palavra de louvor e de anúncio da grandeza de Deus. 


Nossa Senhora é palavra de escuta, palavra silenciosa, mas também palavra de louvor, de anúncio, porque na escuta a Palavra se torna de novo carne e assim torna-se presença da grandeza de Deus.

publicado por portucalia às 14:58

De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



PORTUCÁLIA é um blog que demonstra para os nossos irmãos portugueses como o governo brasileiro é corrupto. Não se iludam com o sr. Lula.Textos literários e até poesia serão buscados em vários autores.
mais sobre mim
Setembro 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
12

20
21

27

30


pesquisar
 
subscrever feeds
blogs SAPO