PORTUCÁLIA

Setembro 01 2013

EVANGELHO QUOTIDIANO

"Senhor, a quem iremos? Tu tens palavras de vida eterna". João 6, 68


Domingo, dia 01 de Setembro de 2013

22º Domingo do Tempo Comum - Ano C


Festa da Igreja : Vigésimo Segundo Domingo do Tempo Comum
Santo do dia : Santo Egídio, abade, séc. VII 

Ver comentário em baixo, ou carregando aqui 
São Bruno de Segni : «A comida está pronta […], tudo está preparado: vinde às bodas» (Mt 22,4) 

Livro de Eclesiástico 3,17-18.20.28-29.

Filho, pratica as tuas obras com doçura, e serás mais amado do que o homem generoso. 
Quanto maior fores, mais te deverás humilhar, e encontrarás benevolência diante de Deus. 
Pois é grande o poder do Senhor, mas é pelos humildes que Ele é glorificado. 
Não há cura para a infelicidade dos soberbos, porque a planta do pecado neles ganhou raízes. 
O coração do sábio medita nos provérbios, e um ouvido atento eis o que o sábio deseja. 


Carta aos Hebreus 12,18-19.22-24.

Irmãos: Na verdade, não vos aproximastes de uma realidade palpável, de fogo ardente, das trevas, da obscuridade ou da tempestade, 
nem do som da trombeta ou do ruído das palavras, cujos ouvintes pediam que não se lhes falasse mais; 
Vós, porém, aproximastes-vos do monte Sião e da cidade do Deus vivo, da Jerusalém celeste, de miríades de anjos, da reunião festiva, 
da assembleia dos primogénitos inscritos nos céus, do juiz que é o Deus de todos, dos espíritos dos justos que atingiram a perfeição, 
de Jesus, o Mediador da Nova Aliança, e de um sangue de aspersão que fala melhor que o de Abel. 


Evangelho segundo S. Lucas 14,1.7-14.

Naquele tempo, tendo Jesus entrado, a um sábado, em casa de um dos principais fariseus para comer uma refeição, todos O observavam. 
Observando como os convidados escolhiam os primeiros lugares, disse-lhes esta parábola: 
«Quando fores convidado para um banquete, não ocupes o primeiro lugar; não suceda que tenha sido convidado alguém mais digno do que tu, 
venha o que vos convidou, a ti e ao outro, e te diga: 'Cede o teu lugar a este.' Ficarias envergonhado e passarias a ocupar o último lugar. 
Mas, quando fores convidado, senta-te no último lugar; e assim, quando vier o que te convidou, há-de dizer-te: 'Amigo, vem mais para cima.' Então, isto será uma honra para ti, aos olhos de todos os que estiverem contigo à mesa. 
Porque todo aquele que se exalta será humilhado, e o que se humilha será exaltado.» 
Disse, depois, a quem o tinha convidado: «Quando deres um almoço ou um jantar, não convides os teus amigos, nem os teus irmãos, nem os teus parentes, nem os teus vizinhos ricos; não vão eles também convidar-te, por sua vez, e assim retribuir-te. 
Quando deres um banquete, convida os pobres, os aleijados, os coxos e os cegos. 
E serás feliz por eles não terem com que te retribuir; ser-te-á retribuído na ressurreição dos justos.» 



Da Bíblia Sagrada - Edição dos Franciscanos Capuchinhos - www.capuchinhos.org 



Comentário do dia: 

São Bruno de Segni (c. 1045-1123), bispo 
Comentário ao Evangelho de Lucas, 2, 14; PL 165, 406 

«A comida está pronta […], tudo está preparado: vinde às bodas» (Mt 22,4)


O Senhor tinha sido convidado para umas bodas. Ao observar os convivas, reparou que todos escolhiam os primeiros lugares […], cada um desejando sentar-se antes de todos os outros e passar à frente de todos. Então, contou-lhes uma parábola (Lc 14,16ss) que, mesmo tomada no seu sentido literal, é muito útil e necessária a todos os que gostam de usufruir da consideração dos outros e têm receio de ser rebaixados. […] 



Mas como esta história é uma parábola, possui um significado que ultrapassa o seu sentido literal. Vejamos então que bodas são estas e quem são os convidados. Estas realizam-se quotidianamente na Igreja. Todos os dias o Senhor celebra bodas, pois todos os dias se une às almas fiéis por ocasião do seu baptismo ou da sua passagem deste mundo para o Reino dos Céus. E nós, que recebemos a fé em Jesus Cristo e o selo do baptismo, somos todos convidados para estas bodas, onde foi posta uma mesa para nós, uma mesa sobre a qual dizem as Escrituras: «Preparais-me um banquete frente aos meus adversários» (Sl 22,5). Aí encontramos os pães da oferenda, o vitelo gordo, o Cordeiro que tira os pecados do mundo (Ex 25,30; Lc 15,23; Jo 1,29). Aí nos são oferecidos o pão que desceu do Céu e o cálice da Nova Aliança (Jo 6,51; 1Co 11,25). Aí nos são apresentados os evangelhos e as epístolas dos apóstolos, os livros de Moisés e dos profetas, que são como alimentos extremamente deliciosos. 



Que mais poderíamos desejar? Porque havemos de escolher os primeiros lugares? Seja qual for o lugar que ocupamos, temos tudo em abundância e nada nos faltará.



publicado por portucalia às 15:25

PORTUCÁLIA é um blog que demonstra para os nossos irmãos portugueses como o governo brasileiro é corrupto. Não se iludam com o sr. Lula.Textos literários e até poesia serão buscados em vários autores.
mais sobre mim
Setembro 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
11


22
23
24
25
27
28

29
30


pesquisar
 
blogs SAPO